Ouça a rádio

Compartilhe

Suspeito de matar a ex carbonizada em BH é preso por causa de conversa no celular

Homem está na delegacia desde domingo e sequer foi ouvido

Corpo de Brenda ainda está no IML da capital

Um suspeito de matar a ex-companheira e carbonizar o corpo dela foi preso pela Polícia Militar. O corpo de Brenda Rick Cândido, 45 anos, foi encontrado no último domingo (5) no bairro Goiânia, região Nordeste de Belo Horizonte. Os detalhes do crime e da prisão do suspeito serão repassados em entrevista coletiva.

Conforme apurado pela Itatiaia, a vítima tinha medida protetiva, já que foi ameaçada pelo homem em abril. Na época, o ex disse que se algo acontecesse quem iria chorar era a mãe de Brenda e não a dele. O suspeito foi preso inicialmente porque estava com maconha, mas a polícia encontrou conversas com a vítima no celular dele. Nas mensagens, o ex tentava marcar um encontro com a vítima no dia que ela desapareceu.

Um detalhe que chama a atenção na prisão do suspeito: ele está desde o último domingo (5) na Central de Flagrantes 4 de Belo Horizonte e sequer foi ouvido. A Itatiaia entrou em contato com a Polícia Civil e aguarda uma posição sobre o motivo da demora.

Corpo não foi liberado

Inicialmente, em razão do avançado estado de decomposição, o corpo foi para o Instituto Médico Legal (IML) sem identificação. No entanto, no momento que registrava a ocorrência de desaparecimento de Brenda, a família foi informada sobre o encontro de um corpo no bairro Goiânia. Parentes conseguiram reconhecer que tratava-se de Brenda em razão de uma prótese de silicone, do aparelho odontológico e de uma correntinha.

A família aguarda agora a confirmação por DNA para poder sepultar o corpo de Brenda.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido