Ouça a rádio

Compartilhe

Advogado de 63 anos é espancado e morre em show de Fábio Júnior 

Empresário foi preso e alegou que tinha sido empurrado; depois de dar um soco, ele ainda chutou a cabeça da vítima 

Antônio Carlos Juliano tinha 63 anos

Um advogado de 63 anos morreu após ser agredido por outro homem durante um show do cantor Fábio Júnior, em Sorocaba, interior de São Paulo. O evento acontecia no Clube de Campo Sorocaba, o mais tradicional da cidade. O advogado Antônio Carlos Juliano, que é sócio antigo do clube, assistia ao show com amigos, quando foi agredido com um soco e caiu ao chão. Ele foi levado de ambulância para a Unidade Pré-Hospitalar da Zona Norte e chegou a ser atendido, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

O agressor, o empresário Leandro Luiz Manrique, de 43 anos, foi preso pelos policiais militares ainda no interior do clube. Ele apresentava ferimentos leves. O suspeito alegou que tinha sido empurrado pelo advogado e revidou a agressão. Testemunhas relataram que ele teria chutado a cabeça da vítima já caída. Manrique foi levado para o plantão da Polícia Civil e autuado em flagrante por homicídio. À tarde, durante audiência de custódia, a justiça converteu a prisão temporária em preventiva. O suspeito foi levado para uma unidade prisional.

Procurado, o advogado de Manrique informou que vai se pronunciar após tomar conhecimento de todos os detalhes do acontecido. A assessoria do cantor foi procurada, mas não havia dado retorno.

O Clube de Campo divulgou nota lamentando o ocorrido e o óbito do sócio. "Nos solidarizamos com a família da vítima e informamos que daremos o apoio necessário, inclusive às autoridades. Reiteramos que a UTI móvel contratada para o evento assim como profissionais, agiram prontamente para socorrer a vítima." Ainda segundo o clube, o efetivo de segurança estava no local e agiu assim que percebeu a movimentação. "Eles identificaram o agressor, que foi encaminhado por policiais militares à delegacia para que fossem tomadas as devidas providências legais."

A subseccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Sorocaba emitiu nota de pesar pela morte do advogado e informou que está acompanhando os desdobramentos do caso. O corpo do advogado será sepultado neste domingo, 31, no Cemitério Pax, em Sorocaba.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store