Ouvindo...

Times

Última vitória do Cruzeiro sobre o Flamengo, no Mineirão, teve estreia de técnico

Nas últimas seis partidas entre celestes e rubro-negros na Pampulha, são quatro vitórias cariocas e dois empates

O Cruzeiro enfrenta não só o Flamengo na próxima quinta-feira (19), às 19h, no Mineirão, pela 27ª rodada da Série A. Vai encarar também duas escritas, uma delas a de não superar o rubro-negro carioca, no Gigante da Pampulha, desde junho de 2015, numa partida que ficou marca por estreia de treinador na Raposa e gol de zagueiro que neste momento está suspenso por doping.

O confronto desta semana terá o início da trajetória de Tite como treinador flamenguista substituindo o argentino Jorge Sampaoli. Em 3 de junho de 2015, foi o Cruzeiro, que fazia um péssimo início de Brasileirão, com apenas um ponto conquistado em 12 disputados, que teve um novo comandante. Naquele fia, Vanderlei Luxemburgo assumiu oficialmente a vaga de Marcelo Oliveira, que tinha sido bicampeão da Série A com a Raposa nas duas temporadas anteriores.

A presença de público foi bem diferente do que teremos nesta quinta-feira, no Mineirão, pois foram apenas 13.309 os presentes. O nível técnico foi baixo, pois o Flamengo não tinha um time poderoso do ponto de vista técnico e o Cruzeiro perdeu em 2015 as referências do time que foi bicampeão brasileiro em 2013 e 2014, que eram os meias Ricardo Goulart e Everton Ribeiro.

A ansiedade cruzeirense, sentimento que o torcedor vive também neste momento, durou até aos 32 minutos do segundo tempo, quando o zagueiro Manoel subiu atrás de Henrique e escorou, para as redes de Paulo Victor, escanteio cobrando pelo meia Alisson.

Manoel atualmente está no Fluminense, mas sem poder jogar, pois o exame do zagueiro mostrou a presença da substância ostarina após a goleada de 5 a 1 do tricolor carioca sobre o River Plate, da Argentina, em 2 de maio, pela fase de grupos da Copa Libertadores. A suspensão foi anunciada pela Conmebol em 19 de junho.

Depois deste jogo, Cruzeiro e Flamengo já se enfrentaram seis vezes no Mineirão, por três competições diferentes, e os celestes nunca venceram, embora nessa lista constem um empate e uma derrota com sabor de vitória para os cruzeirenses.

Em 27 de setembro de 2017, após um 0 a 0 na partida de volta da decisão da Copa do Brasil, o Cruzeiro conquistou o pentacampeonato do torneio vencendo nos pênaltis por 5 a 3.

No ano seguinte, em 29 de agosto, o Flamengo fez 1 a 0 no Gigante da Pampulha na partida de volta pelas oitavas de final da Copa Libertadores, mas a vaga nas quartas ficou com o Cruzeiro, que 21 dias antes tinha vencido por 2 a 0, no Maracanã.

Com a Raposa na Série B em 2020, 2021 e 2022, já são quatro anos sem o confronto entre os dois clubes no Mineirão. A última partida entre eles foi em 21 de setembro de 2019, com a Lei do Ex valendo para os dois lados.

Gabigol abriu o placar logo aos seis minutos, mas Thiago Neves, que já jogou no Flamengo, empatou para o Cruzeiro no final da primeira etapa. Arrascaeta, estrangeiro com mais gols na história celeste (50 gols), decretou o 2 a 1 aos 21 minutos do segundo tempo numa tarde em que o Mineirão recebeu 40 mil pessoas.

Entre a última vitória cruzeirense, em 2015, e os 2 a 1 do Flamengo, em setembro de 2019, foram mais cinco jogos, com três vitórias rubro-negras e dois empates.

Vários dos componentes da última vitória cruzeirense estarão em campo nesta quinta-feira. O fundamental para o time é que o resultado venha, para que a equipe de Zé Ricardo não corra o risco de se aproximar ainda mais da zona de rebaixamento.

Alexandre Simões é coordenador do Departamento de Esportes da Itatiaia e uma enciclopédia viva do futebol brasileiro
Leia mais