Ouvindo...

Times

Governo divulga calendário para o pagamento do Bolsa Família 2024: veja valor e datas

Mais de 21 milhões de brasileiros receberão a primeira parcela entre os dias 18 e 31 de janeiro

O governo federal divulgou o calendário dos pagamentos do Bolsa Família em 2024. Mais de 21 milhões de famílias brasileiras são beneficiadas pelo programa e receberão a primeira parcela entre os dias 18 e 31 de janeiro.

O valor do Bolsa Família não sofreu reajuste e vai manter o pagamento de R$ 600 por mês.

O pagamento continuará sendo feito nos últimos dez dias úteis de cada mês, conforme o dígito final do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário.

A exceção é o mês de dezembro, quando acontece a antecipação é feita até o dia 23 e as famílias também têm acesso a nova parcela do Auxílio Gás de R$ 104.

Os depósitos serão realizados pela Caixa Econômica Federal nos dias úteis, contemplando um grupo por vez.

Para quem recebe nas segundas-feiras, a Caixa Econômica Federal vai continuar antecipando o pagamento no sábado anterior pelo Caixa Tem.

As famílias terão prazo de 120 dias (4 meses) para sacar o Bolsa Família após a data em que o valor foi depositado na conta poupança social.

Confira o calendário de pagamento do Bolsa Família 2024:

Veja os feriados que podem alterar o cronograma de pagamento do Bolsa Família 2024:

  • 29 de março - Sexta-feira Santa (Paixão de Cristo)
  • 21 de abril - Tiradentes
  • 1º de maio - Dia do Trabalho
  • 30 de maio - Corpus Christi
  • 07 de setembro - Independência do Brasil
  • 12 de outubro - Nossa Senhora Aparecida
  • 02 de novembro - Finados
  • 20 de novembro - Dia da Consciência Negra
  • 15 de novembro - Proclamação da República

O que é o Bolsa Família?

O Bolsa Família é um programa de transferência direta e indireta de renda destinado a famílias em situação de pobreza e extrema pobreza em todo o país.

A Caixa Econômica Federal é a responsável pelo pagamento dos benefícios e visa superar a vulnerabilidade social presente no Brasil.

Os objetivos do programa incluem promover a cidadania ao garantir renda e apoiar políticas para superar vulnerabilidades sociais, priorizando o desenvolvimento de crianças e adolescentes em situação de pobreza.

O foco está na promoção da saúde e estímulo às habilidades físicas, cognitivas, linguísticas e socioafetivas. As ações incluem o apoio financeiro a gestantes, recém-nascidos e crianças.

Além disso, o programa busca ampliar a oferta de atendimento em creches, estimular o desempenho científico e tecnológico de jovens e contribuir para a emancipação de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza.

Quem pode receber o Bolsa Família?

  • Primeira Infância: destinado a famílias com filhos de zero a seis anos, pagando o valor de R$ 150 por criança nessa faixa etária;
  • Benefício de Renda de Cidadania: pago para todos os integrantes da família, no valor de R$ 142 por pessoa;
  • Benefício Variável Familiar: pago às famílias com gestantes, crianças (entre sete e 12 anos incompletos) ou adolescentes (com idade entre 12 e 18 anos incompletos) no valor de R$ 50 por pessoa;
  • Benefício Complementar: destinado às famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família, caso o Benefício de Renda de Cidadania não alcance o valor mínimo de R$ 600;

Como receber o Bolsa Família?

  1. Cadastramento: Se sua família se encaixa em uma das faixas de renda definidas pelo programa, procure o setor responsável pelo Bolsa Família no seu município. É necessária a apresentação do documento de identificação para fazer parte do Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal.

    Clique aqui para saber mais informações sobre a forma de cadastramento.

  2. Seleção: A seleção das famílias acontece mensalmente. Os critérios utilizados são a composição familiar e a renda de cada integrante. A seleção é feita pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) com base nos dados inseridos pelas prefeituras no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal.
  3. Pagamento: Se a sua família estiver entre as selecionadas você passa a contar com o auxílio do programa. O valor é pago de acordo com o perfil do benefício contemplado pela família, seguindo o cronograma divulgado acima.

Benefícios complementares

Assim como em 2023, o valor do Bolsa Família será complementado pelos benefícios adicionais do programa. O cálculo considera o valor de R$ 142 por cada integrante e o complemento é calculado para garantir que nenhuma família receba menos de R$ 600 por mês.

O governo também confirmou o adicional de R$ 150 para crianças de 0 a 6 anos e os R$ 50 extras para jovens entre 7 e 18 anos, gestantes e bebês de até seis meses de vida.

Todos os meses, as famílias devem conferir o extrato de pagamento do programa para verificar se há informações no local sinalizado com “Mensagem Bolsa Família”.

Confira a lista de benefícios do Bolsa Família em 2024:

Benefício de Renda de Cidadania (BRC): concedido às famílias beneficiárias, pago no valor de R$ 142 por integrante;

Benefício Complementar (BCO): concedido às famílias cuja soma dos valores relativos aos benefícios do Renda de Cidadania sejam inferiores ao mínimo de R$ 600, sendo calculado pela diferença entre este valor e a referida soma;

Benefício Primeira Infância (BPI): concedido às famílias que possuam, em sua composição, crianças com idade entre zero e sete anos incompletos, pago por integrante que se enquadre em tal situação;

Benefício Variável Familiar (BVF): concedido às famílias que possuam, em sua composição, gestantes, nutrizes ou pessoas com idade entre sete anos completos e dezoito anos incompletos, pago por integrante que se enquadre em tais situações; e

Benefício Extraordinário de Transição (BET): concedido às famílias cuja soma dos valores dos benefícios descritos acima, referentes a junho de 2023, seja inferior ao montante correspondente recebido na referência de maio de 2023, sendo calculado pela diferença entre o valor da referência de maio, desconsideradas eventuais parcelas retroativas, e o da referência de junho.

Mais detalhes sobre o pagamento do benefício estão disponíveis no app oficial do Bolsa Família:

*Com informações da Agência Brasil

Formado em Jornalismo pela UFMG, com passagens pelo jornal Estado de Minas/Portal Uai. Hoje, é repórter multimídia da Itatiaia.
Leia mais