Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Walewska é homenageada antes da final do Mineiro de Vôlei feminino; veja

Ex-jogadora morreu em setembro de 2023 aos 43 anos; ela vestiu a camisa de Minas e Praia Clube, que decidiram o estadual

A ex-jogadora Walewska Oliveira foi homenageada na noite desta terça-feira (31) antes da decisão do Campeonato Mineiro de Vôlei Feminino. Em Belo Horizonte, Minas e Praia Clube fizeram a final, vencida pela equipe de Uberlândia por 3 sets a 0. As duas equipes já tinham prestado outras homenagens à ex-jogadora.

Antes do começo da partida, uma salva de palmas foi dedicada a Walewska, que começou a carreira pelo Minas e se aposentou vestindo a camisa do Praia Clube. Amigos dela receberam itens alusivos à nova logomarca do Campeonato Mineiro Feminino, que também será uma homenagem a Walewska. A ex-jogadora morreu no dia 21 de setembro após cair da área de lazer localizada no 17º andar do prédio em que morava na capital paulista.

História de Walewska

A ex-jogadora foi revelada pelo Minas, em 1995 e ficou no clube até 1998. Ela voltou ao time da capital mineira em 2014 e ficou até o ano seguinte. A meio-de-rede ainda defendeu Rexona/Ades, São Caetano, Sirio Perugia da Itália, Murcia da Espanha, Zarechie da Rússia, Vôlei Futuro, Vôlei Amil, Minas, Osasco e Praia Clube, onde encerrou a carreira em 2022.

Walewska também teve duas passagens pelo Praia Clube, de Uberlândia. A primeira foi entre 2015 e 2018, quando conquistou o título da Superliga Feminina de Vôlei pela segunda vez na carreira (ela já havia sido campeã em 2000 pelo Rexona/Ades).

A última passagem de Walewska pelo Praia Clube começou em 2019 e terminou no ano passado, quando ela anunciou a aposentadoria.

Walewska foi duas vezes campeã da Superliga (1999-2000 e 2017-18). A meio-de-rede ainda levantou as taças da Supercopa (2019, 2020 e 2021), do Troféu Super Vôlei e do Campeonato Mineiro (2019 e 2021).

Super campeã pela Seleção Brasileira

Walewska defendeu a Seleção Brasileira durante boa parte da carreira. A primeira convocação foi em 1999, com Bernardinho. No mesmo ano, ela conquistou o título dos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, no Canadá.

O auge da carreira de Walewska foi o título dos Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim, na China. Ela também ganhou a medalha de bronze nos jogos de 2000, em Atenas, na Grécia.

Ela também conquistou três vezes o título do Grand Prix de Vôlei: 2004, 2006 e 2008. Na última conquista, foi eleita a melhor bloqueadora do torneio.

Jornalista formado na PUC Minas. Experiência com reportagens, apresentação e edição de texto em televisão, rádio e web. Vivência em editorias de Cidades e Esportes.
Leia mais