Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

CBF analisa adiar dois jogos do Fortaleza, mas calendário inviabiliza

Clube alega que terá perda técnica com jogadores feridos após ataque a ônibus e que não vão poder entrar em campo

A diretoria de competições da CBF analisa se adia dois jogos do Fortaleza após o ônibus da delegação ser atacado por torcedores rivais com bomba e pedras na madrugada de quinta-feira (22), no Recife, após o empate por 1 a 1 contra o Sport, pela Copa do Nordeste.

O problema para que isso aconteça é o calendário. A Itatiaia apurou que a Federação Cearense de Futebol (FCF) conversou com o presidente da confederação, Ednaldo Rodrigues, solicitando os adiamentos.

Na quinta pela manhã, o CEO da SAF do Fortaleza, Marcelo Paz, disse que o time não queria entrar em campo até que os seis jogadores feridos estiverem recuperados. Os casos mais graves são dos laterais Gonzalo Escobar e Dudu, que devem perder vários dias até de treinamento.

Os dois jogos analisados para adiamento são:

  • Copa do Brasil - Fluminense-PI x Fortaleza - 29 de fevereiro (quinta-feira) - 20h (de Brasília)
  • Copa do Nordeste - Botafogo-PB x Fortaleza - 5 de março (terça-feira) - 19h (de Brasília)

O problema é encaixar esses confrontos futuramente no calendário. Por exemplo: o Fortaleza já tem jogo do Nordestão marcado para o meio da Data-Fifa de março, na semana do dia 20 (quarta-feira), e não é qualquer jogo: o Clássico-Rei contra o Ceará. O período de jogos de Seleções seria a data ideal para encaixar partidas adiadas.

A Copa do Brasil é o maior problema, já que a segunda fase está marcada para as semanas de 6 e 13 de março, ou seja, é preciso definir o classificado de Fluminense-PI e Fortaleza antes disso.

Pelo Campeonato Cearense, o Fortaleza só volta a jogar na semifinal, em 10 ou 11 de março.

Os seis jogadores feridos e que foram hospitalizados são João Ricardo, Dudu, Titi, Lucas Sasha e Britez, que tiveram escoriações. O lateral Gonzalo Escobar levou uma pancada na cabeça.

No Hospital Português, no Recife, Escobar recebeu atendimentos na boca, cortada por cacos de vidro, além de ter sofrido um ferimento no supercílio. Por causa da pancada, o defensor argentino passou por uma tomografia.

Todos já estão em casa, e o departamento médico do Fortaleza vai até as residências para o atendimento.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Leia mais