Ouvindo...

Times

Cano sobre gol na final: ‘Sempre sonhei marcar para o título do Fluminense’

Argentino abriu o placar nos 2 a 1 sobre o Boca Juniors, neste sábado (4), no Maracanã, para a primeira taça da Libertadores

Cano fez o L na final da Libertadores, como já havia feito outras 12 vezes nesta Copa Libertadores. O argentino abriu o placar na vitória de 2 a 1 sobre o Boca Juniors, neste sábado (4), no Maracanã. E disse ter sonhado com isso.

“Sempre sonhei em fazer o gol nessa final, em ajudar o Fluminense a ser campeão. É a realização de um sonho, para mim e para o clube, disse Cano.

Aos 35 anos, o jogador disse que seu time mereceu o troféu, em um jogo duro. Advíncula empatou para o Boca, no segundo tempo, e John Kennedy garantiu a vitória apenas no primeiro tempo da prorrogação.

“Jogamos muito bem, acho que fomos merecedores dessa vitória. Foi uma vitória do trabalho e do coração”, disse Cano.

No gol, Keno tabelou com Arias na direita, avançou pela ponta e cruzou para trás. Cano girou o corpo, e chutou forte, sem tempo de reação para Romero. Explosão no Maracanã.

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Leia mais