Ouvindo...

Times

Trajetória e títulos da vitoriosa carreira de Cássio, novo goleiro do Cruzeiro

Goleiro se despediu do Corinthians e vai assinar com o clube celeste por três anos

O Cruzeiro vai anunciar nos próximos dias a contratação do goleiro Cássio. Com mais de 700 jogos e muitos títulos conquistados, o jogador fez história com a camisa do Corinthians. Ele anunciou a saída do time paulista nesta sexta-feira (17).

Mas poucos se lembram da trajetória do goleiro antes da chegada ao Corinthians. A Itatiaia relembra como foi a carreira do novo reforço do Cruzeiro.

Grêmio

Cássio foi revelado pelo Grêmio. Em 2006, o goleiro estreou como profissional pelo Tricolor. Foram apenas três partidas pelo clube e uma assistência para gol do argentino Herrera.

No ano seguinte, ele disputou o Sul-Americano Sub-20 com a Seleção Brasileira e, poucos meses depois, foi vendido.

PSV

Em julho de 2007, Cássio foi comprado pelo PSV Eindhoven, da Holanda, por 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 4 milhões na cotação da época).

Após passar a primeira temporada como reserva, ano em que a equipe conquistou o título nacional, Cássio teve a primeira chance como titular em 2008/09. Foram apenas dois jogos pelo clube e o título da Supercopa.

Sparta Rotterdam

Cássio foi emprestado ao Sparta Rotterdam, da Holanda, para a sequência da temporada 2008/09. Na campanha da equipe na liga nacional, Cássio fez 14 jogos. O Sparta fechou o torneio na 13ª posição.

PSV

Cássio voltou a PSV na temporada seguinte e ficou até setembro de 2011, quando assinou a rescisão contratual amigável. No período, fez apenas mais três jogos pela equipe.

Corinthians

Em dezembro de 2011, Cássio assinou contrato com o Corinthians. Pelo clube paulista, ele fez história na carreira. O goleiro deixa o Timão com 712 jogos e títulos de relevância no currículo.

Cássio conquistou o Mundial de Clubes da Fifa e a Copa Libertadores, em 2012; a Recopa Sul-Americana, em 2013; dois Campeonatos Brasileiros, em 2015 e 2017, além de quatro Estaduais (2013, 2017, 2018 e 2019).

O goleiro encerra a passagem pelo Corinthians como segundo jogador que mais atuou pelo clube. Ele só fica atrás do ex-lateral Wladimir, com 806 partidas.

Seleção Brasileira

A primeira chance pela Seleção Brasileira foi em 2007, quando foi chamado pelo técnico Dunga para suprir a ausência do lesionado Helton.

Em 2012, Cássio voltou à Seleção Brasileira para jogar sob comando de Mano Menezes em amistosos.

Em 2015, novamente com Dunga, Cássio fez parte do elenco da Seleção Brasileira em jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo.

A partir de 2017, já sob comando de Tite, Cássio passou a ser figura frequente na Seleção Brasileira.

Com o treinador, ele fez seu único jogo pela equipe nacional, um amistoso contra o Japão, disputou uma Copa do Mundo e fez parte do elenco campeão da Copa América em 2019.

Acerto com o Cruzeiro

Cássio chegará ao Cruzeiro sem custos com status de titular a partir de julho, quando terá sua inscrição liberada. Contudo, ele precisará ganhar a vaga de Anderson, que assumiu a posição na equipe comandada por Fernando Seabra. O camisa 98 disputou os últimos oito jogos do clube celeste por Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana.

Vale lembrar que o time celeste acerta com Cássio após a saída de Rafael Cabral, negociado com o Grêmio. O goleiro disputou 120 jogos pela Raposa, mas saiu do clube após muitas críticas por atuações inconsistentes.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Túlio Kaizer é jornalista esportivo com grande experiência no digital. Foi setorista dos três grandes clubes do futebol mineiro: América, Atlético e Cruzeiro. Cobre também basquete, vôlei, esportes americanos, esportes olímpicos e e-sports.
Leia mais