Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Por que Sousa-PB, onde o Cruzeiro estreia na Copa do Brasil, é a ‘cidade dos dinossauros’?

Município distante mais de 400 quilômetros da capital João Pessoa abrigou animais pré-históricos há milhares de anos

O Cruzeiro enfrenta o Sousa-PB nesta quarta-feira (21), às 19h15 (de Brasília), no estádio Marizão, na primeira fase da Copa do Brasil de 2024. O município que receberá o clube celeste para um jogo oficial pela primeira vez tem uma incomum particularidade: é conhecido como “Cidade dos Dinossauros”.

Sousa, localizada a mais de 400 quilômetros de distância de João Pessoa, capital da Paraíba, é mundialmente conhecida por abrigar pegadas e fósseis de dinossauros em um sítio arqueológico preservado por lei.

O “Vale dos Dinossauros”, como esse sítio arqueológico é denominado, é uma unidade de conservação criada em 2002, por meio de um Decreto Estadual do governo paraibano.

Sousa integra a Bacia do Rio do Peixe. Por lá foram encontrados vários rastros e trilhas fossilizadas de mais de 80 espécies de animais pré-históricos em aproximadamente 20 níveis estratigráficos (camadas de rochas). Os achados representam a história de mais de 120 milhões de anos.

Nessa região foram encontrados rastros fossilizados de animais de diversos tamanhos, desde cinco centímetros, o que representa um dinossauro menor do que o tamanho de uma galinha, até 40 centímetros, como pegadas das espécies conhecidas como iguanodonte.

Em toda a região, encontram-se rastros fossilizados de tamanhos que variam de 5 cm (de um dinossauro do tamanho de uma galinha), até 40 cm, como as pegadas de iguanodonte, animais que atingiram 4 toneladas, 5 metros de comprimento e até 3 metros de altura.

Especialistas que estudaram a região confirmaram que pelo menos quatro espécies de dinossauros habitaram a região que hoje engloba à cidade de Sousa, há mais de 165 milhões de anos.

Participe do canal da Itatiaia no WhatsApp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Guilherme Piu é jornalista esportivo com experiência multiplataforma: digital, revista, rádio e TV. Tem dois livros publicados e foi premiado em festivais de cinema no Brasil e no exterior, dentre eles o Cinefoot. Cobriu grandes eventos, como Copa do Mundo, Olimpíada, Copa América e torneios de futebol. Passou por Hoje em Dia, Uol e Revista Placar.
Leia mais