Ouvindo...

Times

Atlético leva sufoco, perde para o Sport, mas avança às oitavas da Copa do Brasil

Galo construiu boa vantagem no jogo de ida e segurou pressão do Leão para seguir no torneio

O Atlético está classificado às oitavas de final da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira (22), na Arena de Pernambuco, o Galo perdeu para o Sport por 1 a 0, mas garantiu a vaga na próxima fase pelo placar agregado.

No primeiro jogo, na Arena MRV, o Atlético havia vencido por 2 a 0. Nesta noite, o Sport marcou no começo com Barletta, perdeu grandes oportunidades e não conseguiu fazer o gol para levar a disputa da vaga para os pênaltis.

Com a classificação, o Atlético recebeu mais R$ 3,46 milhões em premiação. Agora, o time soma R$ 5,66 milhões embolsados na Copa do Brasil.

Próximo jogo

O Atlético volta a campo na próxima terça-feira (28), às 19h (horário de Brasília). O Galo recebe o Caracas, da Venezuela, pela última rodada do Grupo G da Copa Libertadores.

Já o Sport entra em campo no domingo (26). O Leão da Ilha recebe o Fortaleza pela semifinal da Copa do Nordeste.

Atlético mudado

Sem Otávio, lesionado, Jemerson, vendido ao Grêmio, e Hulk, com problemas pessoais, o técnico Gabriel Milito escalou um Atlético bem diferente no jogo contra o Sport.

Battaglia foi mantido na zaga e formou dupla com Lemos, enquanto Fuchs ficou no banco. No meio, Franco atuou como primeiro volante, Zaracho foi recuado e Igor Gomes atuou mais avançado pelo lado esquerdo.

Domínio do Sport

O Sport começou o primeiro tempo em cima do Atlético e criou duas boas chances antes de balançar as redes. Na terceira oportunidade, Barletta chutou de fora da área, a bola desviou em Lemos e encobriu Everson: 1 a 0.

Pressão do Leão

Depois do gol, o Sport seguiu em cima. Com facilidade para explorar o lado esquerdo do Atlético e a fragilidade na marcação da equipe, especialmente de Igor Gomes, o time da casa seguiu criando chances.

Scarpa assusta

Jogador com mais participações no Atlético, Scarpa foi quem mais assustou o Sport. Ele tentou três finalizações no jogo, uma delas bem perigosa. O Galo não criou muito além disso.

Sport perde chances

O Sport teve quatro chances claras na segunda metade do primeiro tempo e, por muito pouco, não ampliou o placar contra o Atlético. Pedro Lima, duas vezes, Romarinho e Dalbert finalizaram com perigo.

Mudanças no Atlético

Para a etapa final, Milito fez duas mudanças no Atlético. Entraram os zagueiros Igor Rabello e Rômulo nas vagas de Lemos e Igor Gomes. Desta forma, Battaglia foi avançado para a função de primeiro volante.

Atlético melhora e tem gol anulado

O Atlético voltou melhor para o segundo tempo. A equipe passou a controlar mais a equipe da casa e ter mais a bola para criar jogadas. E, em uma delas, o Alvinegro marcou.

Paulinho arrancou do meio, tabelou com Zaracho e, da entrada da área, finalizou no ângulo para empatar. No entanto, após longa análise do VAR, o árbitro Braulio da Silva Machado anulou o gol por enxergar falta de Vargas no início da jogada.

Descontrole

Após a anulação do gol, o Atlético passou a demonstrar descontrole emocional. Em poucos minutos, Vargas, Battaglia, Paulinho e Saravia levaram cartão amarelo.

Galo se salva

Depois do gol anulado, o Sport cresceu no jogo e teve duas chances claras. Na primeira, Dalbert chutou para fora. Na segunda, Felipe bateu e Vargas salvou quase em cima da linha para evitar o segundo gol.

Classificado

O Sport lutou até o fim, buscou o gol para levar a disputa para os pênaltis, mas não conseguiu. Melhor para o Atlético, que conseguiu segurar a pressão para se classificar na Copa do Brasil.

Sport 1 x 0 Atlético

Sport

Caíque França; Pedro Lima, Rafael Thyere, Luciano Castán e Felipinho (Dalbert, aos 18min 1°T); Felipe (Tití Ortíz, aos 30min 2°T), Domínguez, Barletta e Lucas Lima; Romarinho (Alan Ruiz, aos 35min 2°T) e Gustavo Coutinho (Zé Roberto, aos 30min 2°T). Técnico: Mariano Sosso

Atlético

Everson; Renzo Saravia, Mauricio Lemos (Igor Rabello, no intervalo), Rodrigo Battaglia e Guilherme Arana; Alan Franco, Igor Gomes (Rômulo, no intervalo), Matías Zaracho (Alisson, aos 28min 2°T) e Gustavo Scarpa; Paulinho (Palacios) e Eduardo Vargas (Cadu, aos 28min 2°T). Técnico: Gabriel Milito

Gol: Barletta, aos 13min 1°T
Cartões amarelos: Gustavo Coutinho, aos 6min 1°T; Felipe, aos 11min 1°T; Dalbert, aos 35min 2°T (Sport); Vargas, aos 15min 2°T; Battaglia, aos 16min 2°T; Paulinho, aos 17min 2°T; Saraiva, aos 21min 2°T; Alisson, aos 31min 2°T (Atlético)

Motivo: duelo de volta da 3ª fase da Copa do Brasil
Data: 21 de maio de 2024
Local: Arena Pernambuco, em Recife

Arbitragem: Braulio da Silva Machado, auxiliado por Alex dos Santos e Luiz Alberto Andrini Nogueira.
VAR: Rafael Traci

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Túlio Kaizer é jornalista esportivo com grande experiência no digital. Foi setorista dos três grandes clubes do futebol mineiro: América, Atlético e Cruzeiro. Cobre também basquete, vôlei, esportes americanos, esportes olímpicos e e-sports.
Leia mais