Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Náutico vence o Afogados-PE e avança à semifinal do Pernambucano

Nos Aflitos, Timbu bateu a Coruja do Sertão por 2 a 0 e enfrentará o Retrô-PE na próxima fase

O Náutico garantiu, nesta sexta-feira (1º), vaga na semifinal do Campeonato Pernambucano. Nos Aflitos, o time alvirrubro venceu o Afogados-PE por 2 a 0 e avançou da 2ª fase da competição. Os gols da vitória foram marcados por Patrick Allan, no primeiro tempo, e Paulo Sérgio, de pênalti, no segundo.

Próximo jogo

O Náutico vai enfrentar, na semifinal, o Retrô-PE. A disputa será em jogos de ida e volta, em data e locais a serem definidos pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF). Fato é que o Timbu jogará a segunda partida longe de seus domínios.

Relato da partida

Paulo Sérgio teve a primeira boa chance logo aos três minutos de jogo. Depois de jogada de Evandro pela direita, Wesley ganhou a dividida e tocou para o camisa 9, que, dentro da área, mandou por cima do gol.

Aos 16 minutos, Patrick Allan fez boa jogada individual na entrada da área e chutou colocado no cantinho. Jefferson Danilo espalmou para escanteio.

O Afogados assustou a torcida alvirrubra aos 35 minutos. Danilo Bala disparou sozinho pela esquerda e cruzou na boca do gol. Fernandinho dividiu com o zagueiro adversário e a bola passou com perigo à meta do Náutico.

Patrick Allan marca

O gol do Náutico saiu já nos acréscimos do primeiro tempo. Aos 47 minutos, Patrick Allan aproveitou o pivô de Paulo Sérgio e mandou uma bomba de esquerda para o fundo das redes.

No segundo tempo, o Afogados-PE até esboçou uma reação inicial, com intensidade e velocidade no campo de ataque. No entanto, o ímpeto logo foi freado pelo time da casa. Aos 30 minutos da etapa final, Paulo Sérgio chutou com perigo de fora da área. A bola passou por cima do gol.

Pênalti ou não?

Aos 41 minutos, Thalissinho partiu para cima do zagueiro Gabriel Alves, caiu na grande área e, após uma longa consulta ao VAR, o árbitro marcou o pênalti. Paulo Sérgio cobrou firme, no canto esquerdo, e matou o jogo.

O camisa 9 alvirrubro comemorando erguendo os dois dedos do meio para a torcida e acabou expulso de campo. O árbitro entendeu que o gesto, símbolo da torcida organizada do Náutico, foi obsceno.

Leia também

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais