Ouvindo...

Times

Vitória empata com o Bahia e volta a ser campeão baiano após longo jejum

Rubro-Negro tinha vantagem do empate porque venceu o primeiro jogo; último título havia sido em 2017

Após sete anos de jejum, o Vitória pode se chamar de campeão baiano. Neste domingo (7), na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), o Leão empatou com o Bahia em 1 a 1 e garantiu o título da edição de 2024 do Estadual. A última conquista rubro-negra havia sido em 2017.

Como venceu o primeiro jogo, disputado no Barradão, por 3 a 2, o Rubro-Nehro baiano tinha a vantagem do empate para ficar com a taça.

Wagner Leonardo foi o autor do gol do Vitória. Everton Ribeiro marcou para o Bahia. O jogo ainda teve a expulsão do volante Rezende, do Tricolor, no primeiro tempo.

Relato do jogo

O Bahia começou pressionando a saída de bola do Vitória, e colheu frutos logo aos três minutos. Thaciano teve chance de finalizar de dentro da área, mas Lucas Arcanjo fez boa defesa.

Vitória abre o placar

Quem saiu na frente, no entanto, foi o Vitória. Aos 13 minutos, Alerrandro finalizou da entrada da área, Marcos Felipe defendeu e, no rebote, Wagner Leonardo mandou para o fundo das redes.

Everton Ribeiro empata

O gol de empate do Bahia não demorou a sair. Aos 19 minutos, em contra-ataque rápido, Biel cruzou na grande área, Lucas Arcanjo espalmou e, na sobra, Everton Ribeiro finalizou no ângulo, sem chances para o goleiro rubro-negro.

Aos 26, quase o segundo. Thaciano fez linda jogada pela esquerda, limpou dois marcadores e finalizou firme de direita. Lucas Arcanjo defendeu. No rebote, Cauly também tentou, mas o arqueiro do Leão salvou de novo.

Volante do Bahia é expulso

O Vitória respondeu aos 30, com Osvaldo. O atacante saía na cara de Marcos Felipe, quando foi derrubado por Rezende antes de entrar na área. O árbitro Emerson Ricardo de Almeida aplicou o cartão vermelho ao volante do Esquadrão, que ficou com um a menos.

Matheusinho quase colocou o Leão na frente do placar novamente aos 42 minutos. Após boa jogada com Osvaldo, o meia finalizou forte de fora da área e obrigou Marcos Felipe a fazer boa defesa.

Gol, mas não valeu

Aos 48, Rodrigo Andrade recebeu de Matheusinho na cara do gol, driblou Marcos Felipe e fez o segundo do Vitória. No entanto, o camisa 8 estava impedido e o lance foi invalidado.

Alerrandro para na trave

O segundo tempo voltou tão tenso quanto o primeiro. Mas o Vitória foi quem criou a primeira chance mais clara. Aos 23 minutos, Matheusinho encontrou lindo passe para Alerrandro. Na cara do gol, o camisa 9 do Leão acertou a trave.

Marcos Felipe faz milagre

O Leão voltou a assustar aos 33, mas parou no milagre de Marcos Felipe. Matheusinho cobrou escanteio da direita, Caio Vinícius cabeceou e o goleiro do Bahia fez linda defesa. Na sobra, Willian Oliveira tentou de voleio, mas mandou para fora.

Aos 39, Iury Castilho recebeu belo passe de Zé Hugo dentro da área e finalizou para fora. Foi a terceira chance seguida que o Vitória desperdiçou para matar o jogo.

Próximos jogos

O Bahia volta a campo na próxima quarta-feira (10), pela Copa do Nordeste. A equipe tricolor vai enfrentar o Náutico, na Arena Fonte Nova, às 21h30 (de Brasília), pelas quartas de final da competição regional.

Já o Vitória só tem compromisso marcado para o próximo domingo (14), quando estreia no Brasileirão contra o Palmeiras, no Barradão. A partida está marcada para começar às 18h30.

Bahia 1 x 1 Vitória

Bahia

Marcos Felipe; Santi Arias (Gilberto), Kanu, Victor Cuesta e Rezende; Caio Alexandre (Ademir), Jean Lucas, Thaciano, Everton Ribeiro (Oscar Estupiñan) e Cauly; Biel (Luciano Juba). Técnico: Rogério Ceni.

Vitória

Lucas Arcanjo; Zeca, Camutanga, Wagner Leonardo e PK (Lucas Esteves); Willian Oliveira, Dudu (Iury Castilho), Rodrigo Andrade (Caio Vinícius) e Matheusinho; Osvaldo (Mateus Gonçalves) e Alerrandro (Zé Hugo). Técnico: Léo Condé.

Gols

Everton Ribeiro (19min1ºT), para o Bahia

Wagner Leonardo (13min1ºT), para o Vitória

Cartões amarelos

Jean Lucas, Gilberto e Kanu (Bahia); Matheusinho, Dudu, Wagner Leonardo, Lucas Esteves e Mateus Gonçalves (Vitória)

Cartão vermelho

Rezende (Bahia)

Público: 48.587 pessoas

Renda: R$ 1.723.635,00

Motivo: jogo de volta da final do Campeonato Baiano de 2024

Data: 7 de abril de 2024 (quarta-feira), às 16h (de Brasília)

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade (BA)

Auxiliares: Luanderson Lima dos Santos (Fifa-BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)

Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (Fifa-RS)

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais