Ouvindo...

Times

Fortaleza x Grêmio: times estão escalados com surpresas para jogo pelo Brasileiro

Confronto desta quarta-feira (19), na Arena Castelão, vale pela 10ª rodada; rivais buscam recuperação na competição

Fortaleza e Grêmio estão prontos para a partida desta quarta-feira (19), pela 10ª rodada da Série A do Brasileiro. O jogo na Arena Castelão, na capital cearense, começa às 20h (de Brasília) com transmissão do Premiere.

No time da casa, o técnico Juan Pablo Vojvoda escalou o time em um 4-4-2, esquema que raramente usa. Com Britez suspenso, e Kuscevic na Seleção do Chile, sobrou escalar Cardona e Titi na zaga. O meio terá o reforço de Martinez, ex-América, junto com Hércules, Pedro Augusto e Pochettino.

Já Renato Portaluppi colocou Reinaldo na lateral esquerda, depois de ele ser poupado na derrota para o Botafogo na rodada passada, 2 a 1. O meio de campo terá Pepê e Du Queiroz, com Gustavo Nunes no ataque.

O Tricolor cearense levou 5 a 0 do Cuiabá na última rodada, na Arena Pantanal, na pior derrota da era Juan Pablo Vojvoda, técnico que assumiu a equipe em maio de 2021. São três derrotas seguidas contando o tempo normal da final da Copa do Nordeste para o CRB, com oito gols sofridos e nenhum marcado.

O Fortaleza está na 12ª colocação, com dez pontos e uma partida a menos.

O Tricolor gaúcho tem quatro derrotas seguidas na Série A e está na zona do rebaixamento, em 17º com seis pontos, mas dois jogos a menos referentes a adiamentos por causa das enchentes no Rio Grande do Sul.

O time não tem jogado em casa por causa da recuperação da Arena, em Porto Alegre, muito afetada pelos alagamentos.

Vejas as escalações:

Fortaleza

João Ricardo; Tinga, Tomás Cardona, Titi e Felipe Jonatan; Pedro Augusto, Hércules, Martinez e Pochettino; Lucero e Breno Lopes. Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Grêmio

Marchesín; João Pedro, Rodrigo Ely, Gustavo Martins e Reinaldo; Dodi, Du Queiroz e Pepê; Pavon, JP Galvão e Gustavo Nunes. Técnico: Renato Portaluppi.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Leia mais