Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Inter vira sobre o Bahia e alivia crise na estreia pelo Brasileirão

No Beira-Rio, neste sábado (13), Colorado sai perdendo, começa a ser vaiado, mas gols de Wesley e Fernando garantem um pouco de paz para Eduardo Coudet

A estreia do Inter no Brasileiro da Série A foi um alívio para o técnico Eduardo Coudet. Seu time saiu perdendo para o Bahia, dentro do Beira-Rio, em Porto Alegre, mas conseguiu a virada. A vitória por 2 a 1 ameniza uma crise que começava a se instalar na gestão do argentino no clube gaúcho.

Para o Tricolor baiano, mais um resultado ruim. Na semana passada o time perdeu a final do Campeonato Baiano para o arquirrival Vitória, no meio da semana poupou jogadores, e avançou na Copa do Nordeste, mas a derrota na estreia do Brasileirão vai aumentar a pressão, principalmente da torcida, sobre o treinador Rogério Ceni.

Os torcedores do Inter vaiaram o time ao intervalo, vaiaram jogadores substituídos, e parecia que mais uma vez haveria protesto no Beira-Rio, mesmo com forte chuva durante toda a partida. Mas Wesley e Fernando devem levar um pouco de paz para Coudet neste momento.

O jogo

O primeiro tempo foi equilibrado. O Inter teve as duas melhores chances, com Thiago Maia e Borré, mas ambos pararam em boas defesas de Marcos Felipe. Em um jogo faltoso, o Bahia acabou tendo domínio do meio de campo, e Jean Lucas perdeu a melhor chance dos visitantes, finalizando de dentro da área para boa defesa de Rochet.

Coudet mudou bastante a equipe com relação ao empate do meio de semana pela Copa Sul-Americana, com Thiago Maia e Bruno Gomes de volantes, mas mesmo com algumas chances parece não ter gostado do que viu.

Para o segundo tempo sacou esses jogadores, colocando Bruno Henrique, no meio, e Mercado, na zaga, com Fernando indo para o meio. O técnico apostou em Wesley, ex-Cruzeiro, no ataque. E se deu bem.

O Inter iniciou melhor o segundo tempo, criando chances com Mauricio e Renê, e animando os torcedores, que vaiaram o time ao fim da etapa inicial. Mas foi o Bahia que abriu o placar, com Biel, dominando e finalizando de dentro da área.

A vantagem durou só dois minutos. Uma cobrança de lateral de Renê atravessou a defesa baiana e sobrou para Wesley, que finalizou e empatou. Fernando, que no segundo tempo deixou a zaga e voltou a ser volante, sua posição de origem, fez o gol da vitória colorada.

Bruno Henrique cobrou escanteio na segunda trave, e Fernando subiu mais alto que a defesa para cabecear. Marcos Felipe chegou a tocar na bola, mas não teve jeito.

Próximos jogos

O Inter joga pela segunda rodada da Série A na próxima quarta-feira (17), contra o Palmeiras, na Arena Barueri, na região metropolitana de São Paulo. O jogo está marcado para as 20h (de Brasília).

O Bahia entra em campo um dia antes, na terça (16), frente ao Fluminense, às 21h30 (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Inter 2 x 1 Bahia

Inter

Rochet; Bustos, Vitão, Fernando e Renê; Thiago Maia (Mercado), Bruno Gomes (Bruno Henrique), Maurício (Gustavo Prado) e Wanderson (Alario); Borré e Lucca (Wesley). Técnico: Eduardo Coudet

Bahia

Marcos Felipe; Santiago Arias, Kanu, Victor Cuesta e Luciano Juba; Rezende, Caio Alexandre (Biel), Jean Lucas e Everton Ribeiro (Carlos de Pena); Thaciano (Everaldo) e Óscar Estupiñán (Cauly). Técnico: Rogério Ceni

Gols
Wesley (26min2ºT), Fernando (37min2ºT) para o Inter
Biel (24min2ºT) para o Bahia

Cartões Amarelos
Maurício, Fernando, Bustos, Alario (Inter); Jean Lucas (Bahia)

Motivo: 1ª rodada da Série A do Brasileiro
Data e horário: 13 de abril de 2024 (sábado), às 18h30 (de Brasília)
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre

Árbitro: Rodrigo Pereira de Lima (Fifa-PE)
Auxiliares: Francisco Bezerra Júnior (PE) e Luís Carlos Franca Costa (RN)
VAR: Rodrigo Ferreira do Amaral (Fifa-SP)

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Leia mais