Ouvindo...

Times

Jogadora de basquete bate recorde que durava mais de 50 anos nos Estados Unidos

Caitlin Clark é uma das promessas do basquete norte-americano

A armadora Caitlin Cark, atleta do basquete universitário dos Estados Unidos, bateu um recorde que perdurava mais de 50 anos. Nesse domingo (3), a camisa 22 da Universidade de Iowa chegou aos 3.685 pontos na carreira, superando a marca de Pete Maravich, que tinha 3.667 pontos. A marca envolve homens e mulheres de universidades consideradas de primeiro nível.

O recorde anterior perdurava desde 1970. Maravich defendeu a Universidade de Louisiana, entre os anos de 1967 a 1970. Clark, de 22 anos, está no basquete universitário desde 2020. Ao final desta temporada, ela vai começar a carreira na WNBA, principal liga de basquete dos Estados Unidos.

"É muito louco pensar sobre isso. Honestamente, se você tivesse me contado isso antes da minha carreira universitária começar, eu ia rir na sua cara e dizer: não, você tá maluco”, afirmou.

A cesta derradeira foi marcada num lance livre. Iowa Hawkeyes bateu Ohio State. A armadora, que precisava de 18 pontos para superar o recorde, acabou a partida com 35. Iowa venceu a partida.

Clark já recebeu diversos prêmios universitários e levou a Universidade, da região onde nasceu, para o primeiro título de torneio nacional. Em 2023, foi eleita a melhor jogadora do basquete universitário.

Leia também

A jogadora é considerada uma das melhores jogadoras universitárias de todos os tempos. Os analistas dos Estados Unidos comparam Clark a Stephen Curry, um dos melhores arremessadores de todos os tempos do basquete.

Com ela em quadra, os números de audiência chegaram a níveis históricos. A final universitária de 2023, por exemplo, foi assistida por 9,9 milhões de pessoas.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Leonardo Parrela é repórter multimídia na área de esportes na Itatiaia. É formado em Jornalismo pela PUC Minas. Antes da Itatiaia, colaborou com Globo Esporte, UOL Esporte e Hoje Em Dia, onde cobriu Copa do Mundo, Olimpíada e grandes eventos.
Leia mais