Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Em jogo eletrizante, Brasil passa sufoco, mas vence Ucrânia no Pré-Olímpico de Vôlei

Com boas performances de Darlan e Flávio, Seleção Brasileira vence e ainda pode se classificar para Paris 2024 via Pré-Olímpico

Empurrado pela torcida presente no Maracanãzinho, na cidade do Rio de Janeiro, o Brasil venceu a Ucrânia por 3 a 2, na noite desta quarta-feira (4). Com parciais de 36/38, 25/20, 21/25, 25/18 e 15/11 , a Seleção Brasileira oscilou durante a partida, mas conquistou sua quarta vitória na competição.

Com o triunfo, o Brasil depende só de si para garantir vaga nos Jogos Olímpicos de Paris. Para isso, precisa vencer os próximos três confrontos, contra Cuba, Irã e Itália.

A vitória mantém o Brasil na quarta posição com sete pontos. Mesmo com a derrota, a Ucrânia assume a sexta colocação com quatro pontos.

O jogo

Renan dal Zotto fez duas alterações no time que iniciou a última partida. Alan retornou na posição de oposto no lugar de Darlan, e Adriano substituiu Honorato na ponta.

No primeiro set, a Seleção Brasileira apresentou um jogo encaixado e se manteve a frente do placar durante a maior parte da parcial. Entretanto, mesmo com seis pontos de bloqueio dos brasileiros, a Ucrânia foi mais eficiente no ataque, principalmente nas extremidades. Em um final eletrizante, os ucranianos tiveram mais volume de jogo e fecharam o set em 38 a 36.

Darlan entrou no segundo set para fazer a diferença no lado brasileiro. O oposto trouxe mais intensidade e eficiência ao ataque do Brasil, que fechou a parcial em 25 a 20. Renan dal Zotto também substituiu Adriano por Honorato.

A Ucrânia voltou mais concentrada para o terceiro set e novamente apresentou mais eficácia no ataque do que os brasileiros. A comissão técnica do Brasil tentou estabilizar o sistema de recepção e defesa com a alternância entre os líberos Thales e Maique, mas não foi suficiente para sustentar a virada de bola ucraniana.

No quarto set, Darlan fez a diferença mais uma vez. O oposto pontuou sete vezes e foi o principal responsável pela boa atuação dos brasileiros. O central Flávio, que manteve boa performance mesmo nos sets perdidos, também se destacou.

No tie-break, a Seleção Brasileira contou com erros dos ucranianos para se manter a frente do placar. Com grande eficácia na virada de bola, principalmente com Darlan, o Brasil aplicou 15 a 11 no placar para fechar a partida em 3 a 2.

Maiores pontuadores:

  • Darlan (Brasil): 23 pontos - 20 de ataque e 3 de saque

  • Kovalov (Ucrânia): 20 pontos - 18 de ataque e 2 de bloqueio

  • Poluian (Ucrânia): 18 pontos - 18 de ataque

  • Flávio (Brasil): 16 pontos - 8 de ataque, 7 de bloqueio e 1 de saque

Próximos jogos

Nesta sexta-feira (6), às 10h (de Brasília), o Brasil enfrentará a Seleção Cubana. Já a Ucrânia jogará contra o Catar, às 17h (de Brasília). As duas partidas serão disputadas no Maracanãzinho, na cidade do Rio de Janeiro.

As oito seleções de cada grupo se enfrentam em turno único em que as duas que somarem mais pontos garantem vaga na próxima Olimpíada.

Graduada em Jornalismo pela PUC Minas e repórter do portal Itatiaia Esporte. Cobre outras modalidades, especialmente vôlei.
Leia mais