Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Defesa de Daniel Alves aposta na tese de ‘relação consentida’ para julgamento

Ex-jogador da Seleção Brasileira está preso desde janeiro de 2023, acusado de estuprar uma jovem na boate Sutton, na Espanha

A Justiça Espanhola concluiu as investigações do caso Daniel Alves e está perto de definir a data do julgamento. Para defendê-lo, a equipe jurídica do ex-lateral-direito já tem um caminho: a tese de ‘relação consentida’.

O ex-jogador da Seleção Brasileira está preso desde janeiro de 2023, acusado de estuprar uma jovem na boate Sutton, na Espanha. Durante as investigações, o ex-atleta apresentou várias versões, mas seguirá com a última, de que a relação existiu, mas foi consensual.

A Justiça Espanhola acredita que há provas suficientes para abrir o processo de julgamento e deu cinco dias para as partes fornecerem os documentos necessários. Segundo a imprensa espanhola, Daniel Alves pode comparecer ao tribunal ainda neste mês e pode pegar de 8 a 10 anos de prisão.

Depoimento da vítima

O depoimento da vítima foi divulgado pelo programa “Let’s See”, da emissora Telecinco, da Espanha. No dia 30 de dezembro de 2022, ela estava na boate Sutton, em Barcelona, com uma prima, quando Daniel, de longe, a chamou com um gesto. A jovem, então, foi até ele, que a levou para um banheiro.

Quando chegou ao banheiro, notou que o espaço era pequeno, e a jovem contou que só assim começou a entender o que estava acontecendo. Ela começou a pedir para que o ex-lateral a deixasse sair, mas não foi atendida. Daniel, então começou a passar a mão nas partes íntimas da mulher.

Lembro que ele se sentou e eu disse que teria que ir [embora]. Lembro que ele levantou meu vestido e me fez sentar no colo dele. E começou a me falar muitas coisas. Ele insistiu para que eu dissesse que eu era a p* dele. E a partir daquele momento eu resisti. Ele puxou meu vestido e me fez sentar no colo dele.

Ao dizer que não queria manter relações sexuais com o ex-atleta, a jovem começou a ser agredida por ele. A recusa causou raiva em Daniel, que agarrou a mulher pelo pescoço e deu diversos tapas nela.

Ele tentou fazer com que eu fizesse sexo oral nele. Fui me afastando, até que ele me agarrou pelo pescoço e começou a me dar tapas

Daniel Alves está preso preventivamente na Espanha desde janeiro de 2023. Ele tentava um acordo com a acusação.

Jornalista formada pela PUC Minas. Mineira, apaixonada por esportes, música e entretenimento. Antes da Itatiaia, passou pelo portal R7, da Record.
Leia mais