Ouvindo...

Times

Ministério da Saúde reajusta em 51% o auxílio para pessoas com transtorno mental

Benefício de R$ 755 é pago a pessoas com transtorno mental que ficaram internadas por longo tempo em hospitais psiquiátricos e de custódia

O Ministério da Saúde anunciou um aumento de 51% no auxílio concedido a pessoas com transtorno mental que passaram longos períodos internadas em hospitais psiquiátricos e de custódia. Com o reajuste, o valor do benefício passa de R$ 500 para R$ 755.

“A estratégia busca favorecer a ampliação da rede de relações destas pessoas e o seu bem-estar, além de estimular o exercício pleno dos seus direitos civis, políticos e de cidadania, fora da unidade hospitalar”, diz nota do ministério.

O auxílio faz parte do programa ‘De Volta para Casa’, que já existe há 20 anos. A iniciativa é direcionada a pessoas que ficaram internadas por dois anos ou mais de forma contínua.

Para ter acesso ao benefício, é necessário preencher os requisitos estabelecidos pela lei, incluindo a comprovação da incapacidade para o trabalho e a renda familiar per capita inferior a um quarto do salário mínimo.

Leia também

Desde o ano passado, o Ministério da Saúde tem um departamento exclusivo para para tratar sobre a saúde mental, focado em retomar habilitação de novos serviços e recompor Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e dos Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT).

Como parte do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o governo prevê a construção de 150 novos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) em todas as regiões do Brasil, atendendo um público estimado de 13,4 milhões de pessoas.

* Com informações da Agência Brasil


Participe dos canais da Itatiaia:

Repórter da Rádio Itatiaia em Brasília atuando na cobertura política dos Três Poderes. Mineiro formado pela PUC Minas Gerais, já teve passagens como repórter e apresentador pela Rádio BandNews FM, Jornal Metro e O Tempo. Vencedor do prêmio CDL de Jornalismo em 2021 e Amagis 2022 na categoria rádio.
Leia mais