Ouvindo...

Times

Marina Silva diz que mineradoras rejeitaram proposta sobre acordo de Mariana: ‘Se retiraram da mesa’

A ministra do Meio Ambiente concedeu entrevista à Itatiaia nesta segunda (13), e disse que o governo segue disposto a negociar com empresas no caso de Mariana

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, concedeu entrevista à Itatiaia nesta segunda-feira (13). Questionada sobre a União ter rejeitado propostas das empresas para o acordo de Mariana, a ministra disse que “as empresas que rejeitaram a proposta do governo, que foi debatida no Executivo e com os órgãos de acompanhamento [do caso]”.

“O governo federal continua inteiramente aberto para que eles façam a reparação do grave problema que aconteceu em Minas Gerais”, disse ela. “O que não pode é o prejuízo ser causado pelas empresas e ser depositado para que os Estados e a União façam o pagamento do prejuízo”, completou.

A ministra Marina Silva finalizou dizendo que o governo segue buscando uma negociação com os envolvidos no caso.

Leia também

A Itatiaia procurou a Vale para comentar a declaração da ministra Marina Silva, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem. O espaço segue aberto. Outras duas empresas envolvidas se manifestaram. Leia abaixo:

Manifestação da Samarco

“A Samarco permanece aberta ao diálogo e busca concluir as discussões sobre a repactuação sem se furtar de suas responsabilidades. A empresa acredita que todas as partes chegarão a um acordo que beneficie diretamente milhares de pessoas, dezenas de municípios, a União e os estados de Minas Gerais e o Espírito Santo.

A Samarco reforça ainda que a repactuação está prevista no Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC) e faz parte de um processo de melhoria contínua. A ausência de acordo com todas as partes neste momento não afeta as ações em curso. Até que as discussões avancem, com segurança jurídica, o TTAC continua vigente, bem como as obrigações de seus signatários”.

Manifestação da BHP

“A BHP Brasil sempre esteve e segue comprometida com as ações de reparação e compensação relacionadas ao rompimento da barragem de Fundão, da Samarco, em 2015. Como uma das acionistas da empresa, a BHP Brasil segue disposta a buscar, coletivamente, soluções que garantam uma reparação justa e integral às pessoas atingidas e ao meio ambiente”.


Participe dos canais da Itatiaia:

Edilene Lopes é jornalista, repórter e colunista de política da Itatiaia e podcaster no “Abrindo o Jogo”. Mestre em ciência política pela UFMG e diplomada em jornalismo digital pelo Centro Tecnológico de Monterrey (México). Na Itatiaia desde 2006, já foi apresentadora e registra no currículo grandes coberturas nacionais, internacionais e exclusivas com autoridades, incluindo vários presidentes da República. Premiada, em 2016 foi eleita, pelo Troféu Mulher Imprensa, a melhor repórter de rádio do Brasil.
Jornalista nascida na capital federal. Graduada pelo Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb), foi editora de política nos jornais O Tempo e Poder360. É especializada em Língua Portuguesa e Revisão de Texto. Na Itatiaia, é Supervisora de Conteúdo desde fevereiro de 2024.
Leia mais