Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Ex-deputado federal Wladimir Costa é preso no Pará após ofensas contra colega nas redes sociais

Conhecido por tatuagem em homenagem ao ex-presidente Michel Temer (MDB), o político foi detido pela PF enquanto desembarcava no aeroporto internacional de Belém

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira (18), no Pará, o ex-deputado federal, Wladimir Costa. Ele é acusado de praticar crimes eleitorais, em razão de postagens ofensivas que teriam como alvo a deputada federal Renilce Nicodemos (MDB-PA).

A prisão, segundo a Polícia Federal, aconteceu no momento em que Wladimir desembarcava no Aeroporto Internacional de Belém, nesta quinta-feira Ele foi encaminhado ao sistema prisional do estado.

A prisão preventiva - sem data para ser revogada - foi requerida pela Polícia Federal em razão da prática reiterada, entre outros, de crimes eleitorais e de violência política que teriam sido praticados contra a Renilce nas redes sociais.

Leia também

Renilce e Wladimir já foram aliados na política, mas nos últimos anos, o ex-deputado federal passou a atacá-la nas redes, tanto com críticas relacionadas ao mandato como com ofensas direcionadas à vida pessoal da deputada. O Instagram de Wladimir foi retirado excluída nesta manhã após a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) que ordenou a exclusão das postagens que motivaram o mandado de prisão.

Wladimir Costa, atualmente sem mandato, ficou conhecido em 2017 por tatuar o nome do ex-presidente Michel Temer no braço.

A reportagem da Itatiaia não conseguiu contato com a defesa do ex-parlamentar. A assessoria da deputada Renilce informou que, em breve, ela deve se manifestar sobre o ocorrido. O espaço segue aberto para manifestação.


Participe dos canais da Itatiaia:

Repórter da Rádio Itatiaia em Brasília atuando na cobertura política dos Três Poderes. Mineiro formado pela PUC Minas Gerais, já teve passagens como repórter e apresentador pela Rádio BandNews FM, Jornal Metro e O Tempo. Vencedor do prêmio CDL de Jornalismo em 2021 e Amagis 2022 na categoria rádio.
Leia mais