Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Israel x Irã: governo brasileiro pede ‘máxima contenção’ para evitar escalada do conflito

Neste domingo, o Irã lançou mais de 200 drones e mísseis contra o território israelense

O Ministério das Relações Exteriores pediu, na noite deste sábado (13), para que haja “extrema moderação” visando prevenir uma “escalada” no conflito entre Irã e Israel.

Mais cedo neste domingo, o Irã lançou mais de 200 drones e mísseis contra o território israelense.

Em comunicado, o Itamaraty declarou: “O Brasil solicita a todas as partes envolvidas que demonstrem extrema moderação e convoca a comunidade global a unir esforços para evitar uma intensificação do conflito.”

O governo brasileiro expressou sua “profunda preocupação” em relação ao conflito no mesmo comunicado.

O Itamaraty também aconselhou que “viagens não essenciais à região” do conflito sejam evitadas e orientou os brasileiros presentes no Irã e em Israel a “seguirem as recomendações fornecidas pelos sites e redes sociais das embaixadas brasileiras”.

O conflito

Os ataques iranianos levaram várias horas para atingir o território israelense. Por volta das 20h deste sábado, no horário de Brasília (2h de domingo no horário de Israel), ocorreram múltiplas explosões em Jerusalém, acompanhadas de sirenes em todo o país.

Para minimizar os danos, as forças armadas israelenses utilizaram um sistema de defesa chamado “Domo de Ferro”, composto por mísseis antiaéreos que interceptam e neutralizam as ameaças inimigas.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, assegurou que o país está pronto para retaliar militarmente contra o Irã.

Os ataques deste sábado foram uma resposta do Irã ao bombardeio ao consulado iraniano em Damasco, na Síria, ocorrido em 1º de abril, ato atribuído a Israel, que não confirmou sua autoria.

*Com informações da CNN Brasil

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais