Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Proposta para renegociar dívida dos estados com a União ainda passará por Lula, reafirma Haddad

Proposta de renegociação da dívida dos estados que aderiram ao RRF será apresentada aos governadores após aval do presidente Lula

O ministro Fernando Haddad ainda apresentará ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a proposta elaborada pela Fazenda para os estados renegociarem as dívidas contraídas com a União.

“Assim que submeter ao presidente Lula, apresento para os governadores. Só estou dependendo de uma reunião com o presidente. Ato contínuo, convoco uma reunião com eles [governadores] para apresentar um esbaço do que imaginamos e para começarmos a negociação”, afirmou Haddad nesta segunda-feira (18), sem, no entanto, fixar um prazo para entregar a proposta ao Palácio do Planalto.

A expectativa dos parlamentares mineiros que vieram a Brasília para tratar da dívida de R$ 160 bilhões do Estado de Minas Gerais com a União é que essa proposta seja entregue ao governo Romeu Zema (Novo) ainda neste mês de março.

Leia também

É também o que aguarda o presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que participa das tratativas. A renegociação das dívidas deve beneficiar não apenas Minas Gerais, como também os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, que igualmente têm dívidas bilionárias com a União.

No ano passado, Pacheco apresentou ao ministro Fernando Haddad uma opção ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF), adotado por Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. O presidente do Congresso Nacional argumenta que o atual pacto inviabiliza a quitação da dívida e estrangula as contas dos estados.

Pacheco propõe, por exemplo, que os débitos sejam recalculados e que bens estatais, como a Codemig e Cemig, sejam negociados com a União para abatimento no valor final da dívida.

Participe dos canais da Itatiaia:

Repórter de política em Brasília. Na Itatiaia desde 2021, foi chefe de reportagem do portal e produziu série especial sobre alimentação escolar financiada pela Jeduca. Antes, repórter de Cidades em O Tempo. Formada em jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais.
Leia mais