Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Sem acordo com prefeitura, professores de BH mantém greve após audiência de conciliação

De acordo com sindicato, PBH não apresentou melhoria financeira na proposta; nova assembleia foi marcada para esta sexta-feira (23)

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte (Sind-REDE/BH) decidiu manter a greve da categoria depois de não haver acordo com a prefeitura em audiência de conciliação no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), nesta quinta-feira (22).

Uma nova assembleia foi marcada para esta sexta-feira (23), na praça Afonso Arinos, no centro de Belo Horizonte, para definir os rumos do movimento grevista.

Leia mais:

Segundo o sindicato, a prefeitura apresentou algumas melhorias pontuais em questões relacionadas à carreira dos trabalhadores, mas manteve a proposta de reajuste de 8,04%, dividida em três meses. A reportagem entrou em contato com a prefeitura e aguarda posicionamento oficial.

Além de ficarem insatisfeitos com a proposta de reajuste, os professores estão preocupados com algumas promessas feitas pela prefeitura que ultrapassam as eleições de outro.

Leia também

O temor é que o Prefeito Fuad não seja reeleito e o próximo prefiro não cumpra com os compromissos. Por isso, eles exigem que isso seja formalizado por meio de decreto ou por meio de algum projeto de lei enviado para Câmara de Belo Horizonte.

O diretor do Sind-REDE/BH, Wanderson Rocha, disse à reportagem que irá procurar o deputado estadual Cássio Soares, do PSD, mesmo partido do prefeito Fuad Noman, para tentar sensibilizar o chefe do Executivo municipal.

“O Ministério Público nos deu cinco dias úteis para termos uma decisão. A prefeitura se prontificou a formalizar a proposta ao desembargador e, a partir disso, vamos analisar os rumos do nosso movimento”, afirmou à reportagem.

Ainda segundo o sindicato, está mantida a multa de R$ 100 mil por dia ao Sind-REDE/BH por descumprimento de uma decisão judicial que determinou o fim da paralisação.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Repórter de política na Rádio Itatiaia. Começou no rádio comunitário aos 14 anos. Graduou-se em jornalismo pela PUC Minas. Em Belo Horizonte, teve passagens pelas rádios Alvorada, BandNews FM e CBN. No Grupo Bandeirantes de Comunicação, ocupou vários cargos até chegar às funções de âncora e coordenador de redação na BandNews FM BH. Cobriu as tragédias ambientais da Samarco, em Mariana, e da Vale, em Brumadinho. Vencedor de 8 prêmios de jornalismo. Em 2023, venceu o Prêmio Nacional de Jornalismo CNT.
Editor de política. Foi repórter no jornal O Tempo e no Portal R7 e atuou no Governo de Minas. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), tem MBA em Jornalismo de Dados pelo IDP.
Leia mais