Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Alimentos puxam alta de 0,31% na prévia da inflação dos preços em janeiro

Grupo de alimentação e bebidas registrou alta de 1,53%, puxando alta do IPCA-15, divulgado pelo IBGE; alta acumulada é de 4,47% em doze meses

Alimentos IPCA.jpg

Alimentois in natura, como o tomate, foram os vilões da prêvia da inflação no mês de janeiro

Toninho Tavares/Agência Brasília

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira (26) o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) - considerado a prévia da inflação oficial do país. No mês de janeiro, o índice registrou uma alta de 0,31% nos preços. Com os resultados, a alta acumulada na janela de 12 meses é de 4,47%

Dos nove grupos pesquisados pelo IBGE, sete tiveram alta em janeiro. O destaque foi o grupo de alimentos e bebidas, que subiu 1,53% no mês. O destaque foi o preço de alimentos in natura, que tiveram alta de 2,04%. A lista é encabeçada pela Batata-inglesa, com alta de 25,95%, seguida do tomate (11,19%), arroz (5,85%), frutas (5,45%) e carnes (0,94%).

Na contramão, o grupo Transportes registrou deflação em janeiro, com queda nos preços das passagens aéreas e combustíveis. O grupo registrou queda de 1,13% no mês.As passagens aéreas registraram o maior impacto na queda do índice, com recuo de 15,24% no mês. Confira as variações dos grupos na tabela abaixo:

  • Alimentação e bebidas: 1,53%;
  • Habitação: 0,33%;
  • Artigos de residência: 0,26%;
  • Vestuário: 0,22%;
  • Transportes: -1,13%;
  • Saúde e cuidados pessoais: 0,56%;
  • Despesas pessoais: 0,56%;
  • Educação: 0,39%;
  • Comunicação: -0,03%.
Leia Também

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Correspondente da Rádio Itatiaia em Brasília atuando na cobertura política dos Três Poderes. Mineiro formado pela PUC Minas Gerais, já teve passagens como repórter e apresentador pela Rádio BandNews FM, Jornal Metro e O Tempo. Vencedor do prêmio CDL de Jornalismo em 2021 e Amagis 2022 na categoria rádio.
Leia mais