Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Lula oferece ajuda a presidente do Equador, país que atravessa crise de violência

No início do ano, Daniel Noboa decretou estado de exceção no país em decorrência da ação de facções criminosas

lula presidente

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante evento em Brasília

Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conversou na manhã desta terça-feira (23) com Daniel Noboa, presidente do Equador, país que vem enfrentando uma crise de violência nos últimos dias. Em comum, reconheceram a necessidade de combate ao crime organizado. O presidente brasileiro ofereceu ajuda por meio de ações de cooperação em inteligência e segurança.

O contato foi por meio de ligação. Lula estava no Palácio da Alvorada no momento da conversa.

No início do ano, Noboa decretou estado de exceção no Equador. O país tem sido ameaçado pelas ações de facções. Entre elas, está a dos Choneros, cujo líder, Fito, fugiu da prisão.

De acordo com o Palácio do Planalto, Noboa fez uma análise sobre o enfrentamento ao narcotráfico e ao crime organizado no Equador. Lula ressaltou que o combate ao crime organizado é também um desafio do Brasil, nos vários níveis de governo (municipal, estadual e federal). Tal problema, segundo Lula, é agravado pela porosidade e extensão das fronteiras terrestres e marítimas do país.

Leia Também

Na conversa, Lula lembrou que o Brasil ocupa hoje a Secretaria Geral da Ameripol, organização regional que reúne trinta países e se dedica à cooperação e ao intercâmbio de informações policiais. A secretaria executiva da Ameripol é atualmente ocupada pelo diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Rodrigues, que tem trabalhado em ações de coordenação regional.

Lula e Noboa concordaram que os países sul-americanos devem estar unidos no combate ao crime organizado, que atinge a todos, e que o fortalecimento da integração regional é condição fundamental para a superação do problema. Ressaltaram, também, a necessidade de coordenação com países consumidores de drogas para o combate efetivo ao narcotráfico.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

É jornalista formado pela Universidade de Brasília (UnB). Cearense criado na capital federal, tem passagens pelo Poder360, Metrópoles e O Globo. Em São Paulo, foi trainee de O Estado de S. Paulo, produtor do Jornal da Record, da TV Record, e repórter da Consultor Jurídico. Está na Itatiaia desde novembro de 2023.
Leia mais