Notícias

CFM alerta médicos sobre a obrigação do RQE para divulgação de médicos especialistas

Por Publieditorial, 10/10/2019 às 15:39
atualizado em: 14/10/2019 às 10:16

Texto:

Foto: Divulgação
Divulgação

O Conselho Federal de Medicina instrui a todos os médicos que se divulgam como especialistas informar o número do Registro de Qualificação de Especialidade (RQE) junto com o número do CRM. Isso é exigência do CFM. O descumprimento pode até ser razão para a perda do registro de médico.

Por implicar em resoluções tão graves, essa questão merece uma atenção especial. Informar aos médicos o fato é também algo muito importante, pois a desinformação não é aceita pelo CFM como motivo para descumprimento do Código de Ética Médica.

As exigências para atuar como médico especialista

Veja o que afirma o CFM  em seu site  com referência à exigência de citar o número do RQE junto ao número do CRM:

É vedado ao médico: “deixar de incluir, em anúncios profissionais de qualquer ordem, seu nome, seu número no Conselho Regional de Medicina, com o estado da Federação no qual foi inscrito e Registro de Qualificação de Especialista (RQE) quando anunciar a especialidade”.

Fica muito claro: médicos não podem, de forma alguma, divulgar que são especialistas em um campo médico se não tiverem o título de especialista (RQE). Não podem divulgar nem mesmo, por exemplo: Endocrinologia, Endócrino, Pós-doutorado em endocrinologia, se não possuem o RQE. Essas informações não devem ser citadas em jalecos, carimbos, receituários, nem mesmo aos pacientes, caso não tenhamos o RQE. 

O caminho é realizar uma residência na área da especialidade desejada ou se preparar para a prova a prova de título de especialista, realizada pela Associação Médica Brasileira – Conselho Federal de Medicina.

Nós médicos, somos sim capazes de superar este desafio. Já temos com muito orgulho, empenho e dedicação, nosso CRM. Agora é hora de obter o RQE. Sem ele não há como ficar, não mesmo! Investir em nós mesmos e em nossa qualificação faz parte do dever de garantir a preservação de nossa carreira. Ter consciência da nossa capacidade de superação, nos ajuda a sermos mais resilientes no dia a dia da profissão. Não é hora de esmorecer, desanimar. Após a obtenção do RQE, a vida profissional se tornará muito mais viável. Dessa forma, não é preciso temer a denúncia. Até porque, uma só denúncia pode gerar processo ético administrativo profissional junto ao CRM, processo cível e criminal, além de possível escândalo com a imprensa. 

Colega médico, obtenha seu título de especialista (RQE) com a AproMed!

Na AproMed | Ética e Profissionalismo – instituição de ensino médico especializada em cursos preparatórios para a prova de título de especialista, presente em BH, SP, RJ, DF e Recife – somos mais de 70 professores mestres ou doutores empenhados no sucesso dos colegas médicos.  Oferecemos cursos para as provas de Dermatologia, Psiquiatria, Cardiologia, Endocrinologia e Gastroenterologia e oferecemos também a exclusiva Tríade de Diamantes AproMed, que conta com aulas presenciais, aulas gravadas e mentoria diária de professores. Acreditamos na nossa metodologia diferenciada e no seu potencial, assim, desenvolvemos o Compromisso de Ouro AproMed: Aprovamos OU Devolvemos, onde 50% do valor do curso é devolvido em forma de bolsa de estudos caso o aluno médico não seja aprovado.

Conheça a AproMed e conquiste o seu título de especialista! 

Saiba mais: apromed.com.br | 0800 941 7250 | WhatsApp (31) 99672-0825.


Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ Jogador afirmou não guardar mágoa do Cruzeiro e disse que tem amigos no clube celeste.

    Acessar Link