Notícias

TJMG fará leilão de carros com lances a partir de R$ 3.556; veja como participar

Por Redação , 11/09/2020 às 10:54
atualizado em: 11/09/2020 às 10:59

Texto:

Foto: Divulgação/TJMG
Divulgação/TJMG

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) vai leiloar 47 veículos usados a partir da próxima segunda-feira (14), por meio do Sistema Eletrônico de Leilões (SELMG). Os lances podem ser dados até o dia 21 pela internet

O leilão reúne 47 veículos dos modelos Fiat/Palio Fire, Fiat/Palio Adven e GM/Astra Sedan Advantage. Os valores iniciais partem de R$ 3.556. Veja o edital com as informações completas.

Para avaliar os veículos, os interessado devem dirigir-se à rua Sócrates Alvim, nº 10, bairro Camargos, na região Oeste de Belo Horizonte, nos dias 17 e 18 , das 8h às 12h e das 14h às 17h. O telefone para mais informações é (31) 98808-0147. O responsável é o oficial de justiça Raphael Vieito dos Santos.

Veja como participar:

Para participar, o interessado deve se cadastrar no Sistema Eletrônico de Leilões (SELMG). Os lances eletrônicos podem ser inseridos no sistema a partir do valor mínimo definido para cada lote. Não serão aceitos dois ou mais lances do mesmo valor e será registrado no sistema aquele que for recebido primeiro.

Assim que a etapa de lances for encerrada, o Sistema informará o vencedor, que será notificado por e-mail.

O bem arrematado deverá ser pago à vista, e o arrematante deverá fazê-lo diretamente nas agências bancárias, através do documento de arrecadação estadual (DAE), disponível para impressão no Sistema Eletrônico de Leilões após o encerramento da sessão.

Caso o arrematante não execute o pagamento do DAE, perderá o direito de aquisição do lote e estará sujeito às sanções previstas na cláusula nona do edital, como advertência, multa de 20% sobre o valor do lance final da arrematação, entre outras.

A entrega dos veículos está agendada para o período de 22 de setembro a 2 de outubro de 2020.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link