Notícias

Saiba quem são as vítimas do desabamento de cânion no Lago de Furnas, em Capitólio

Dez pessoas morreram, todas ocupantes da lancha Jesus; elas se conheciam e estavam hospedadas em uma mesma pousada

Por Redação | 10/01/2022 às 13:00


Todas as vítimas estavam na lancha Jesus, a mais atingida pelo desabamento do cânion 

O desabamento de parte de um cânion no Lago de Furnas, em Capitólio (MG) causou a morte de dez pessoas no último sábado (8). As vítimas se conheciam e estavam hospedadas em uma pousada em São José da Barra, também no estado mineiro. Elas eram ocupantes da lancha Jesus, segundo a Polícia Civil.

A localização dos corpos foi concluída no domingo e familiares fizeram o reconhecimento. Em seguida, a Polícia Civil identificou formalmente as vítimas por laudos e restes de DNA. A Itatiaia esteve na região da tragédia e obteve acesso a fotos das vítimas. 

Vítimas 

Júlio Borges Antunes, de 68 anos, natural de Alpinópolis (MG).

Rodrigo Alves dos Anjos, de 40 anos, natural de Betim (MG). Ele deixa esposa, filha e neta, de três anos. O afilhado dele, Leandro Eduardo, conversou com a Itatiaia e lamentou a perda: "Era uma ótima pessoa".  

Geovany Teixeira da Silva, de 37 anos, natural de Itaú de Minas. O filho dele, de 14 anos, também morreu na tragédia.

Goevany Gabriel de Oliveira da Silva, de 14 anos, natural de Alfenas (MG). Ele é filho de Geovany Teixeira.

Marlene Augusta da Silva, de 57 anos, natural de Itaú de Minas. Ela era casada com Sebastião, que também morreu na tragédia, e era mãe de Geovany Teixeira e avó de Geovany Gabriel

 

Sebastião Teixeira da Silva, de 64 anos, natural de Anhumas (SP). Ele era casado com Marlene e era pai de Geovany Teixeira e avô de Geovany Gabriel

 

Mykon Douglas de Osti, de 24 anos, de Campinas (SP).

Thiago da Silva Nascimento, de 35 anos, natural de Passos;

Camila Silva Machado, de 18 anos, de Paulínia (SP);

Carmen Pinheiro da Silva, de 43 anos, natural de Cajamar (SP). Mãe de Camila.

Tragédia

Uma tromba d´água na parte alta da represa provocou o deslizamento de parte do cânion, e quatro lanchas foram atingidas: a Jesus, que estava mais perto do paredão, foi coberta por rochas. Outras duas afundaram. 

A Marinha foi acionada e interditou o trecho que fica no lago de Furnas, a 293 km de Belo Horizonte.    

Pelo menos outras 31 pessoas precisaram de atendimento médico. Vinte e três foram atendidas na Santa Casa de Capitólio. Outras quatro vítimas foram atendidas na Santa Casa de São José da Barra. Outras duas estão internadas em Piumhi com fratura exposta. Outras duas estão na Santa Casa de Passo com situação estável.

 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou