Notícias

Repórter da Record é atacada com tomate ao vivo: 'o que me espera amanhã?'

Jéssica Nascimento fazia uma participação no programa DF do Ar quando foi atingida e deixou a transmissão

Por Maria Clara Lacerda* | 13/05/2022 às 17:44
Reprodução/Record
Foto: Reprodução/Record

Repórter participava de programa ao vivo quando foi atacada

A repórter Jéssica Nascimento, da Record, fazia uma participação ao vivo no DF do Ar, sobre o aumento dos preços dos alimentos, quando foi atacada no peito com um tomate e deixou a transmissão. Através das redes sociais, Jéssica fez um desabafo sobre o ocorrido. 

"Não tem um dia sequer que eu não saia de casa pra trabalhar e peça pra Deus pra que eu volte em paz, com segurança. Ser jornalista não é fácil. Ainda mais nos tempos de hoje. Somos repudiados, oprimidos, xingados e hoje… fui humilhada e agredida", escreveu a repórter. Jéssica estava ao vivo direto do Ceasa quando foi atingida, segundos antes de começar a falar. 

"Ao vivo, trabalhando desde 5h30, estava pronta para fazer um link sobre a inflação. Quando fui chamada, fui atingida fortemente por um tomate", disse. "Doeu, quando entendi o que estava acontecendo não segurei o choro, e sai de frente das câmeras. Hoje foi um tomate. O que me espera amanhã?", questionou Jéssica.

"O sentimento de humilhação e revolta é grande… mas o medo supera, viu? Medo por mim, pelos meus colegas, pelos meus… Só nos deixem trabalhar, por favor", completou a repórter, que recebeu apoio de colegas de profissão através das redes sociais.

O Ceasa-DF afirmou que está "apurando os fatos, vendo imagens e conversando com comerciantes da feira" em uma tentativa de identificar o responsável pela agressão. "Reiteramos nosso repúdio ao ocorrido e estamos juntos com a Jéssica - profissional querida por todos. Isso não ficará impune", concluiu o perfil.

*Sob supervisão de Enzo Menezes

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou