Notícias

Rafael se diz ansioso para trabalhar com o novo treinador de goleiros do Atlético

Por Redação , 11/05/2020 às 09:49
atualizado em: 11/05/2020 às 19:14

Texto:

Foto: Rogério Maia ao lado de Taffarel/Divulgação CBF
 Rogério Maia ao lado de Taffarel/Divulgação CBF

Quase dois meses após o Atlético paralisar as atividades, o elenco se reapresenta nesta segunda-feira na Cidade do Galo, em Vespasiano, na Grande BH, para iniciar, aos poucos, o cronograma de volta aos treinos. E os goleiros vivem a expectativa de trabalhar com Rogério Maia, treinador anunciado pelo clube em 19 de março, um dia após a suspensão das atividades profissionais. Como nessa primeira fase o foco serão os testes para coronavírus, a parte técnica deve demorar um pouco, o que não tira a ansiedade dos atletas.

O goleiro Rafael disse que Rogério Maia já estava trabalhando por meio virtual. "Já estamos fazendo trabalhos com ele em casa. Ele criou um grupo e passou vários treinamentos para que possamos ficar ativos e até fazer coisas específicas dentro de casa. Tenho certeza de que os quatro goleiros estão ansiosos para poder trabalhar com ele", disse o goleiro.

Com passagens pela seleção Brasileira, Rogério Maia já trabalhou também no Flamengo, Coritiba, Chapecoense e Criciúma. Em entrevista quando foi contratado, o treinador destacou que tiraria o máximo dos arqueiros. 

"Em primeiro lugar, minha expectativa é fazer um trabalho vitorioso, vencedor. Fazer com que os goleiros do Atlético desenvolvam ao máximo as suas capacidades e desempenhem ao máximo suas qualidades técnicas, físicas e emocionais, para que possamos fazer uma grande temporada", destacou.

Além de Rafael, Maia vai trabalhar diretamente com Victor, Michael e Matheus Mendes. Rafael foi titular na vitória por 3 a 1 sobre o Villa Nova, única partida de Sampaoli no comando do time. O goleiro, ex-Cruzeiro, destacou o clima positivo entre os jogadores da posição.

“Inacreditável como eu fui bem recebido aqui. Sempre me disseram que aqui no Atlético você entra funcionário e sai torcedor e hoje eu percebo todo o amor, tudo que envolve o Atlético. Tenho o Victão não como um concorrente, mas um amigo. Tenho um respeito, um carinho enorme. É um dos maiores goleiros do clube. A cada dia a atitude e toda a receptividade que ele teve comigo mostra o quanto ele é grande, não só como profissional, mas como pessoa."
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽Em Belo Horizonte, em 1906, nasce Ricardo Pierri Chiari, o Piorra, um dos grandes ídolos do Palestra Itália (Cruzeiro) e que integrou o grande time tricampeão mineiro em 1928...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    “O bolsão que se rompeu possuía a capacidade de 1 milhão de metros cúbicos de água e a barragem que recebeu esse volume de água possuía a capacidade para 4 milhões de metros c...

    Acessar Link