Notícias

Presidente do Tupi é preso após não pagar fiança por posse ilegal de arma de fogo

José Luiz Mauler Junior é investigado por supostas irregularidades em peneiras na base do clube

Por Joubertt Telles/Itatiaia*, 13/09/2021 às 21:01
atualizado em: 13/09/2021 às 21:04

Texto:

Foto: Reprodução/TV Integração
Reprodução/TV Integração

A Polícia Civil prendeu em flagrante, em Juiz de Fora, na região da Zona da Mata, o presidente do Tupi, José Luiz Mauler Junior, conhecido como Juninho, por posse ilegal de arma de fogo. A ação fez parte da “Operação Tupi: Jogando Limpo”, realizada nesta segunda-feira para apurar possíveis irregularidades em peneiras nas categorias de base do clube.

Durante a força-tarefa, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, sendo um na residência do Juninho e outro na sede do clube. Ao todo, foram apreendidos dois computadores, documentos e o celular do presidente, além de três armas de fogo sem registro na casa do presidente do Tupi.

Por conta da posse ilegal das armas, foi arbitrada uma fiança de R$ 50 mil sob pena de prisão. Como não foi realizado o pagamento, Juninho foi detido.

De acordo com a polícia, o pagamento da fiança não ocorreu por motivos técnicos. Familiares do presidente tentaram conseguir a quantia para repassar ao Estado. Porém, conforme protocolos exigidos pela Polícia Civil, as maneiras de realizar o processo não foram suficientes para que o valor fosse pago.

“Foi quebrado o sigilo de dados do que foi apreendido. Diante dessa documentação, nós vamos analisar. Ele já se encontra preso em flagrante. Se a soltura dele puder comprometer as investigações, a gente pode pedir a prisão preventiva. No entanto, até o momento, nós estamos angariando mais elementos”, disse a delegada responsável pelas investigações, Ione Barbosa.

Ainda de acordo com a delegada, o foco das investigações é a apuração de uma suposta prática de estelionato na peneira do Tupi. “Essa operação é em decorrência de várias denúncias sobre as peneiras que eram realizadas. Jovens do país inteiro vieram para Juiz de Fora e fizeram testes. Inclusive, depositaram valores e até hoje não foram restituídos. Portanto, há indícios de estelionato praticado por pessoas de dentro do Tupi”, afirmou.

Além disso, a delegada explicou que foi pedida à justiça o afastamento de Juninho do cargo de presidente do Tupi.

*Direto de Juiz de Fora

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Partida acontece nesta terça-feira (7), às 11h. No jogo de ida, times empataram por 0 a 0. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/galo-x-bragantino-fazem-final-do-bras...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Militares do Corpo de Bombeiros também atuam, nesta segunda-feira (6), para evitar reignição no Parque das Mangabeiras, em BH. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/s...

    Acessar Link