Notícias

Presidente da CBMM explica o que é e quais as principais utilidades do nióbio mineiro, na Expo Dubai

Eduardo Ribeiro falou com exclusividade à Rádio Itatiaia, nos Emirados Árabes

Por Com Edilene Lopes, 17/11/2021 às 10:25
atualizado em: 23/11/2021 às 21:01

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Divulgação/CBMM
Divulgação/CBMM

Eduardo Ribeiro concedeu entrevista exclusiva à Itatiaia, na Expo Dubai

Você que é um fã de carros, imagina um carro elétrico, que é o futuro, sendo carregado em apenas seis minutos, enquanto hoje um carregamento leva de três a quatro horas. Isso será possível e a solução vem de Minas Gerais. Essa solução de carregamento rápido, que é quase instantâneo, no futuro, também pode vir para os nossos celulares. 

Um dos diferenciais da delegação mineira na Expo Dubai é o nióbio, que é considerado o metal do futuro. Minas Gerais é o maior explorador de nióbio do planeta, e a exploração é feita pela CBMM, que explora a própria mina e também a mina do governo do estado, em Araxá, no Alto Paranaíba. 

O presidente da CBMM, Eduardo Ribeiro, chegou a Dubai e falou, em primeira mão, com a repórter Edilene Lopes, da Itatiaia. Ele detalhou o que é o nióbio e quais as suas utilidades.

“O nióbio é um metal produzido a partir de um minério que tem cerca de 2,5% de nióbio. Então, o primeiro trabalho desenvolvido pela CBMM na década de 60 foi como produzir produtos de nióbio a partir desse minério, que foi encontrado na década de 50, em Araxá. 

O nióbio é utilizado, principalmente, para aumentar a resistência do aço. O aço é o material de engenharia mais importante, que é usado para fazer carros, transporte coletivo, construção civil, gasodutos, navios, e o nióbio, em pequenas quantidades, estamos falando em torno de 300, 400 gramas por tonelada de aço, aumenta a resistência. Aumentando a resistência, isso permite fazer mais projetos com menos material e com menos energia”, disse.

Eduardo Ribeiro também falou sobre a função do nióbio na utilização de baterias para carros elétricos.

“Começamos, há cerca de oito anos, a estudar aplicação de nióbio em baterias. Já finalizamos todos os trabalhos em escala de laboratório e, esse ano, a gente termina todo o trabalho em escala piloto. O nióbio, na forma de óxido de nióbio de alta pureza, entra nos eletrodos da bateria, ele permite que essa bateria seja carregada rapidamente, em seis, sete minutos. Uma bateria a ser carregada rápido permite que a gente tenha um automóvel e tenha um problema semelhante ao automóvel que vai ao posto pra botar gasolina, porque, enquanto você para pra pôr gasolina, num futuro próximo, a gente imagina que você vai parar num posto e fazer uma carga de seis, sete minutos”, complementou.

O presidente da instituição detalhou sobre como a bateria de elite é usada no dia a dia e que pode tornar os carregamentos mais rápidos.

“Essa bateria que vai utilizar o nióbio também é uma bateria de lítio. A diferença é que o eletrodo que, hoje, usam o eletrodo de grafite, você substitui por uma mistura onde leva óxido de nióbio e óxido de titânio. Isso permite que a carga e a movimentação dos eletros de lítio ocorra de uma forma diferente das baterias atuais. Por isso, consegue ser carregada rapidamente e sem aquecer. 

Um outro benefício é que, quando você freia o carro, ela libera muita energia. E as baterias atuais não conseguem absorver essa energia pra carregar bateria. Ela consegue absorver cerca de 10%. Na hora que você usa uma bateria que tem o óxido de nióbio no eletrodo, ela também permite regenerar essa energia do freio na sua totalidade. Acreditamos que aplicações em veículos comerciais serão as primeiras. Em pequenos robôs, que têm que ficar trabalhando 24 horas e não podem ficar muito tempo parado, serão aplicações importantes. Quando a gente fala de baterias de veículos, essa solução, provavelmente, será utilizada num pacote de bateria que absorve energia do freio”, reforçou.

Eduardo respondeu sobre o interesse das pessoas em carregar o celular mais rápido, utilizando a batéria de nióbio.

“De celular, nós ainda não estamos fazendo testes, mas a carga rápida faz a diferença, então isso pode ser desenvolvido no futuro. Buscamos aplicações que têm um volume maior. A gente olhou qual fatia de mercado faz sentido pra essa tecnologia, e nesse início, a gente está focando essas tecnologias, para demonstrar que, do ponto de vista econômico e técnico, ela traz benefícios para quem vai utilizar”, enfatizou.

O presidente da CBMM concluiu dizendo que o nióbio é utilizado em grandes construções da cidade de Dubai e em outras construções civis.

“Já é utilizado aqui nos Emirados Árabes, nós fomos pra Coreia, pro Japão, pra China, Singapura, já utilizam aços de resistência maior, acima de quatrocentos, quinhentos megapascal. Com isso, você precisa de menos aço pra fazer a mesma construção. Isso traz um benefício enorme: menos energia, menos recursos naturais, menos emissão de CO2 pra fazer aquele mesmo projeto. O nióbio utilizado no aço pra construção representa mais de 30% das vendas da CBMM”, disse. 

Eduardo Ribeiro falou sobre as expectativas do evento e sobre a importância do nióbio no que diz respeito à sustentabilidade.

“Aqui na Expo Dubai, estão mostrando o futuro. Ainda existe espaço pra usar aço de maior resistência e fazer mais com menos. Quando vamos para a mobilidade, aí estamos falando de mobilidade elétrica e nossa bateria certamente será uma solução importante. O nióbio de Araxá fazendo parte de baterias que serão utilizadas no mundo todo. Tanto o nióbio utilizado em aço quanto o nióbio utilizado em bateria, ele caminha junto com redução de emissão de CO2. Aço é o material mais importante de engenharia, mas é um grande gerador de CO2. Se nós olharmos tanto as empresas que produzem minério de ferro quanto as empresas que fazem aço, estão trabalhando para reduzir essas emissões. Produzir aço com o nióbio faz parte dessa solução de conseguir chegar neutralidade em 2050”, concluiu.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Partida acontece nesta terça-feira (7), às 11h. No jogo de ida, times empataram por 0 a 0. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/galo-x-bragantino-fazem-final-do-bras...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Militares do Corpo de Bombeiros também atuam, nesta segunda-feira (6), para evitar reignição no Parque das Mangabeiras, em BH. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/s...

    Acessar Link