Notícias

Prefeitura de BH inicia cadastro dos acamados que receberão vacina contra Influenza em casa 

Por Redação, 25/03/2020 às 11:21
atualizado em: 25/03/2020 às 11:27

Texto:

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Prefeitura de Belo Horizonte iniciou o cadastramento de pessoas acamadas e residentes em casas de repouso, impossibilitadas de se locomover, para receberem a vacina contra a Influenza em casa. O cadastro deve ser feito até 9 de maio neste link ou no Centro de Saúde de referência do paciente. A estimativa é vacinar 25 mil idosos acamados.

A vacinação domiciliar é exclusiva para o público-alvo da campanha e que não tem condições de ir aos locais para se vacinar. 

Definido pelo Ministério da Saúde, fazem parte do grupo a população acima de 60 anos, crianças de 6 meses a 5 anos de idade, gestantes, puérperas, trabalhadores da área da saúde, professores de escolas públicas e privadas. Além de portadores de doenças crônicas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos cumprindo medida socioeducativa, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e indígenas.  

Campanha de vacinação 

Em Belo Horizonte, a campanha de vacinação contra a Influenza teve início na última segunda-feira (23), priorizando os idosos, e vai até 22 de maio. Além dos 152 centros de saúde distribuídos pelas nove regionais da cidade, a imunização pode ser feita também nos postos extras montados. A relação com todos os endereços está disponível no portal da Prefeitura.

A partir de 16 de abril, professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos doentes crônicos estão autorizados a se vacinar na rede pública de saúde. A última fase, que vai de 9 a 22 de maio, tem como meta atender crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), pessoas com mais de 55 anos, gestantes, mães no pós-parto (até 45 dias após o parto), população indígena e portadores de condições especiais.

Para receber a vacina, é necessário apresentar o cartão de vacinação e documento de identidade. Este ano a população da capital a ser vacinada é de aproximadamente 1,19 milhão de pessoas e a meta é atingir 90% de cobertura vacinal.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link