Notícias

Polícia Civil e Procon fiscalizam o Mercado Central para coibir reajustes abusivos nos preços

Por Redação, 01/06/2018 às 16:06
atualizado em: 01/06/2018 às 17:47

Texto:

A Polícia Civil e o Procon de Belo Horizonte fazem nesta sexta-feira uma operação de fiscalização para verificar supostos preços abusivos praticados no Mercado Central, no Centro da capital mineira. 

Com o estabelecimento já reabastecido de produtos, alguns itens, como ovos, folhas verdes, limão, mamão, abacaxi, queijos e carnes, tiveram os preços comparados com os praticados no comércio da cidade. 

Caso seja encontrado algum preço 20% acima dos realizados é considerado abusivo pelos fiscais. Neste caso, o comerciante será autuado e enquadrado na Lei de Economia Popular. A pena é de 1 a 2 anos de prisão.

O delegado Matheus Cobucci, Coordenador de Operações da Polícia Civil, explica que prática é crime pois comerciantes estariam aproveitamento de um momento de necessidade da população para lucrar.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    De acordo com a UFMG, as doações podem ser de equipamentos (notebook ou computador desktop) ou de recursos financeiros; confira #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Os deputados federais Ivan Valente e Luiza Erundida, e o ex-candidato a presidente Guilherme Boulos, apresentaram a notícia-crime #itatiaia

    Acessar Link