Notícias

Trios e blocos não podem incitar manifestações políticas no Carnaval de BH, avisa major da PM

Por Rômulo Ávila/Itatiaia , 02/03/2019 às 08:29
atualizado em: 02/03/2019 às 20:58

Texto:

Foto: Jéssica Moreira/Itatiaia
Jéssica Moreira/Itatiaia

Puxadores de trios elétricos e de blocos do Carnaval de Belo Horizonte não podem incitar os foliões com manifestações políticas. A informação foi passada ao site da Rádio Itatiaia pelo major Flávio Santiago, porta-voz da Polícia Militar (PM), na manhã deste sábado (1º). 

Na noite dessa sexta-feira, uma das organizadoras do bloco Tchanzinho Zona Norte, que desfilou na região da Pampulha, acusou um capitão da PM de ameaçar deixar a segurança do evento após puxadores do trio elétrico entoarem cânticos em tom crítico ao presidente Jair Bolsonaro e exaltando o ex-presidente Lula. A PM nega a ameaça, mas confirma que pediu o fim da manifestação política.

“Você imagina um Carnaval com gente que torce para o Atlético, Cruzeiro,  América, é pró-Lula, é pró-Bolsonaro, é contra a esquerda, é contra a direita... e aí você começa de um grupo em cima de um trio incentivando isso. O que vai acontecer? Vamos ter um problema, porque você torna a multidão incontrolável, começa uma briga generalizada e você não controla. Então, nós não recomendamos. Inclusive, foi contratualizado em reuniões que não houvesse esse incentivo”, explicou o major.

“A manifestação silenciosa vai acontecer. A pessoa vai com a sua bandeira, vai com a sua fantasia, às vezes, vai com pequenos grupos fazendo alguma brincadeira e tal, mas no momento em que isso é incentivado por (quem está) nos trios ou por blocos a gente tem problema”. 

Rádio Itatiaia

Em caso de manifestação política com origem no trio e blocos, o major avisa que a PM vai orientar o responsável a não continuar:  "Senão contagia a multidão e nós não conseguimos, muitas das vezes, no momento da briga, evitar o efeito manada. Aí você tem um pisoteamento, tem pessoas que podem perder o brilho do Carnaval por conta de uma manifestação não prevista. É como você entrar no meio da torcida do Atlético ou da torcida do Cruzeiro com a camisa do time adversário. Você acaba correndo um risco muito grande. Então, a gente precisa ter essa maturidade para entender que nesse período de Carnaval, sobretudo nos grandes blocos, esse tipo de incentivo pode ocasionar uma violência muito maior".

Ouça também:

Trios e blocos não podem incitar manifestações políticas no Carnaval de BH, avisa major da PM

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽📻🎙 Saudade de ouvir o @maisvibrante, né, minha filha? Pra matar um pouquinho essa saudade, relembramos a vitória do @Cruzeiro no primeiro jogo da final da Copa do Brasil d...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽⚠️A declaração do diretor de futebol do Atlético foi dada em entrevista ao programa Mesa Redonda, da Itatiaia, neste domingo. #itatiaia

    Acessar Link