Notícias

PM apreende quase duas toneladas de maconha em estacionamento de igreja de Contagem 

Por Redação , 21/07/2020 às 06:57
atualizado em: 21/07/2020 às 09:21

Texto:

RESUMO

  • Droga trazida do Paraguai iria para a Pedreira Prado Lopes e para o bairro Concórdia
  • O motorista e um traficante foram presos 
  • Pastor da igreja não sabia que se tratava de uma carga de droga

Quase duas toneladas de maconha foram apreendidas na madrugada desta terça-feira em uma carreta parada no estacionamento de uma igreja evangélica no bairro Morro do Confisco, em Contagem, na Grande BH. O serviço de inteligência do 34º Batalhão recebeu a informação de que o veículo vindo do Sul do país trazia o carregamento da droga, que teria origem no Paraguai, para abastecer a Pedreira Prado Lopes e o bairro Concórdia, ambos na região Noroeste de Belo Horizonte.

Os militares foram até o local, encontraram os suspeitos descarregando a maconha e escondendo em um matagal. Conforme a Polícia Militar (PM), o motorista foi preso no veículo. Já os traficantes se esconderam no mato. Com ajuda de cães farejadores e do helicóptero, os policiais conseguiram prender um criminoso. Ele teria sido contratado para comandar o descarregamento.

O tenente Wanderley Assunção do Tático Móvel disse que o motorista sabia que estava carregando a droga. “Ele é parte integrante da quadrilha”, disse o militar. “Ele ia receber R$ 10 mil por esse trabalho”, completou. 

Ainda conforme o tenente, a droga estava no assoalho da carreta, escondida inicialmente por uma carga de soja. "Ele (motorista) disse que pegou esse caminhão em uma cidade do interior do Paraná já carregado com o material ilícito e posteriormente colocou uma carga de soja por cima”, disse o policial.  O motorista ainda descarregou a soja e carregou novamente com os grãos, antes de seguir para Contagem. 

"Foram apreendidas, na verdade, 1.860 barras de maconha, com peso variando de 1 quilo cada barra. Então nós calculamos que teria um alto valor, tendo em vista o preço dessa substância no consumidor final, vamos dizer assim”, disse o tenente. 

Conforme a PM, o pastor da igreja não sabia que se tratava de uma carga de droga. Ele foi ouvido como testemunha e disse que disponibilizou o estacionamento para ajudar, já que o motorista disse que a carreta estava com problema mecânico e não tinha lugar para guardar o veículo. Contudo, o pedido do condutor fazia parte do plano para descarregar a maconha durante a madrugada.

A ocorrência foi encerrada na sede da Polícia Federal em Belo Horizonte, por se tratar de tráfico internacional de drogas. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link