Notícias

Pesquisadores da UFMG e da Fiocruz desenvolvem novo teste para detectar a covid-19

Por Bryan Gonçalves, 01/06/2020 às 15:30
atualizado em: 21/06/2020 às 16:07

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Sayonara Moreno/Agência Brasil
Sayonara Moreno/Agência Brasil

Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) que integram o Centro de Tecnologia de Vacinas desenvolvem um novo teste para detectar a covid-19. A novidade foi anunciada nesta segunda-feira pela UFMG.

O Elisa (sigla em inglês) é um teste imunoenzimático mais sensível do que o teste rápido. De acordo com o professor Flávio Fonseca, do Departamento de Microbiologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, o Elisa tem menos chance de fornecer resultados falsos negativos.

O material necessário para o teste é nacional, o que vai baratear os custos. O professor lembra que a maior parte dos exames para covid-19 existentes no Brasil é importada, o que atrasa a realização da testagem.

Por enquanto não há previsão para que o Elisa esteja disponível no mercado.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    O estado confirmou 2.610 novos casos e 57 mortos por coronavírus nas últimas 24 horas, conforme dados desta segunda-feira. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️ "É uma competição de muita dificuldade na logística, nas viagens, nos campos dos adversários", afirmou. #Itatiaia

    Acessar Link