Notícias

Pesquisadores americanos estudam lesão pulmonar causada por cigarro eletrônico

Por Agência Brasil , 04/10/2019 às 09:14
atualizado em: 04/10/2019 às 09:15

Texto:

Foto: ONU/Martine Perret
 ONU/Martine Perret

Pesquisadores nos Estados Unidos afirmam que danos nos pulmões de pessoas que sofrem de uma doença respiratória, possivelmente relacionada a cigarros eletrônicos, parecem aqueles provocados pela inalação de substâncias químicas tóxicas.

Os pesquisadores publicaram as descobertas esta semana no periódico New England Journal of Medicine.

Eles analisaram a biópsia de tecidos pulmonares de 17 pacientes, que teriam sofrido lesões nos pulmões devido ao uso de cigarros eletrônicos.

Todos os pacientes apresentavam danos em tecidos pulmonares similares aos causados pela inalação de substâncias tóxicas.

Os estudiosos acrescentaram que não conseguiram determinar uma causa específica por enquanto.

Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, até terça-feira, tinham sido registrados 1.080 casos de lesões pulmonares associadas a cigarros eletrônicos, e 18 mortes.

Alguns estados americanos proíbem a venda de cigarros eletrônicos com substâncias aromáticas. Medidas em outros países incluem a aprovação em setembro, na Índia, da proibição de venda, importação e produção de cigarros eletrônicos.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    As demissões podem chegar no mês de julho a 60 mil trabalhadores, o que representa 50% de toda mão de obra do setor. #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Na representação, o advogado afirma que o entendimento de Noronha no caso Queiroz vai na contramão de decisões dele próprio e do STJ, que negaram prisão domiciliar a outros pr...

    Acessar Link