Notícias

Para infectologista, a melhor vacina é a que estiver 'disponível para nossa população'

Para a infectologista Rosana Richtman, a vacina diminui o risco da hospitalização e dos sintomas graves

Por Paula Rangel , 13/01/2021 às 12:41
atualizado em: 13/01/2021 às 12:51

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Agência Brasil
Agência Brasil

Pesquisadores defendem início rápido da imunização

Com a taxa de eficácia global de 50,38% da vacina Coronavac, os pesquisadores defendem início rápido da imunização. A Secretaria de Saúde de São Paulo, as prefeituras, os centros de distribuição e agentes de saúde já estão mobilizados.

Para a infectologista Rosana Richtman, a vacina diminui o risco da hospitalização e dos sintomas graves.

"O número mais importante pra mim continua sendo 78%, porque esse número  consegue ter um impacto muito grande na carga da doença no nosso país e na sobrecarga de trabalho dos profissionais da saúde. Num primeiro momento a gente não vai estar livre desse vírus,  mas com certeza é o momento que a gente vê de fato uma luz no fim do túnel.  A melhor vacina na minha opinião é aquela que estará disponível para nossa população", afirma.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes pede cuidado dos motoristas. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Ao todo, são 693.550 infecções desde o início da pandemia. #Itatiaia

    Acessar Link