Notícias

Para as aulas presenciais voltarem em BH, escolas vão precisar de adaptações

Médico integrante do Comitê de Enfrentamento ao novo coronavírus da PBH e da UFMG explica que são cinco processo de higienização que devem ser seguidos no retorno das atividades 

Por Eustáquio Ramos , 18/09/2020 às 19:01
atualizado em: 18/09/2020 às 20:31

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Pixabay/ Banco de Imagens
Pixabay/ Banco de Imagens

RESUMO

  • Para as aulas presenciais voltarem em BH, escolas vão precisar de adaptações
  • Médico integrante do Comitê de Enfrentamento ao novo coronavírus da PBH e da UFMG explica que são cinco processo de higienização que devem ser seguidos no retorno das atividades 

 
Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) se reuniu online, nesta sexta-feira (18), durante duas horas, para fazer um balanço e uma avaliação dos seis meses da pandemia da covid-19.

O seminário foi promovido pelo Comitê de Enfrentamento ao novo coronavírus da UFMG. Um dos principais assuntos debatidos foi o possível retorno das aulas presenciais em Minas.

O médico infectologista Unaí Tupinambás, que é integrantes dos comitês da federal e da Prefeitura de Belo Horizonte, alertou que, para que os alunos voltem às escolas, a comunidade no entorno precisa estar com a doença controlada. Além disso, são necessárias diversas medidas sanitárias nos colégios. Professores, outros funcionários, alunos e famílias devem cumprir as medidas de segurança.

“A questão do uso de máscara e a questão do distanciamento social. Cada aluno deveria ocupar um espaço de 4 metros quadrados. Manter os banheiros higienizados, já que esse é o local onde tem uma porcentagem grande de positividades no ambiente. Temos que garantir essa limpeza. Claro, temos que disponibilizar água e sabão com papel toalha para a higienização das mãos. Temos ainda que disponibilizar o álcool em gel 70%”, detalhou as medidas de segurança.

O médico infectologista lembra que para que as aulas retornem é necessário que pais, alunos e profissionais da educação se comprometam em seguir esse pacto de segurança.

“Se todas essas as cinco medidas forem implementadas e de forma consistente o risco vai ser baixo. Eu não sei se (as aulas) vão voltar em novembro, dezembro ou janeiro, mas essas medidas que eu acabei de citar aqui devem e tem que ser implementadas. Para ser implementada, é preciso apenas um pacto entre professores, pais e alunos”, afirma.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Programa já apresentou polêmicas com erros durante a votação e a Prova do Fazendeiro nesta semana. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Nas imagens, o ex-atleta não diz nada, mas na legenda há o número para voto nele. #Itatiaia

    Acessar Link