Notícias

Pandemia do novo coronavírus: Brasil registra média móvel de 731 mortes causadas pela covid-19 

Por Agência Estado, 15/09/2020 às 06:20
atualizado em: 15/09/2020 às 06:34

Texto:

Foto: Josenildo Almeida
Josenildo Almeida


 A média diária de mortes causadas pelo novo coronavírus no Brasil ficou em 731 nessa segunda-feira (14). A média móvel registra as oscilações dos últimos sete dias e elimina distorções entre um número alto de meio de semana e baixo de fim de semana.

Nas últimas 24 horas, o país registrou 19.392 novos casos e 454 novos óbitos. No total são 4.349.544 brasileiros infectados e 132.117 mortos pela covid-19 desde o início da pandemia, segundo dados do consórcio dos veículos de imprensa feito em conjunto com as secretarias estaduais de Saúde. O balanço do Ministério da Saúde desta segunda aponta para 3.613.184 pessoas recuperadas da doença e outras 600.420 que seguem em acompanhamento.

O estado de São Paulo, que conta com os maiores números absolutos do País, contabilizou mais 1.092 novos casos e 36 mortes nas últimas 24 horas. Ao todo, o Estado tem 893.349 infecções diagnosticadas e 32.642 óbitos. Conforme boletim da Secretaria Estadual de Saúde, são 751.811 pessoas recuperadas. Nesta segunda, em coletiva de imprensa, o governo de São Paulo anunciou que o Estado tem a quinta semana consecutiva de queda de mortes por covid-19.

Em número de contaminados, o Brasil continua como o terceiro país mais afetado pela pandemia, de acordo com contagem da Universidade Johns Hopkins. Está atrás de Estados Unidos e Índia que ocupam a primeira e segunda posição, respectivamente. No entanto, em relação ao total de óbitos, o País se mantém em segundo lugar. Além disso, o Brasil se tornou no domingo (13), o país do G-20, o grupo das 20 principais economias mundiais, com o maior coeficiente de mortalidade por covid-19, com 613,46 mortes por milhão de habitantes, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde.

Parceria

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. De forma inédita, a iniciativa foi uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia e se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

Conforme o Ministério da Saúde, 15.155 novos casos de infecção pela covid-19 e 381 novos óbitos foram registrados nas últimas 24 horas, o que elevou o total para 4.345.610 pessoas infectadas e 132.006 que faleceram por conta da doença. Os números diferem dos compilados pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link