Notícias

Padarias de MG na expectativa pela queda de preços dos alimentos para não repassar a alta ao consumidor

Por Amanda Antunes, 14/09/2020 às 08:35
atualizado em: 14/09/2020 às 08:37

Texto:

Foto: Pixabay
Pixabay

Com aumento de produtos alimentícios como farinha de trigo, açúcar, óleo, leite e derivados, os preços dos produtos nas padarias de Minas podem ficar mais caros. Contudo, a expectativa do setor é de que a alta não se mantenha e que, com isso, não será necessário repassar o valor ao consumidor.

A informação é do presidente da Associação Mineira da Indústria da Panificação (Amipão), Vinícius Dantas. “Experimentamos uma alta nesse princípio de mês de setembro absurda. Aguardamos na expectativa de que alguma medida governamental possa melhorar esse preço, trazendo próximo ao patamar que tínhamos ao final de agosto”, destaca.

“Tem realmente impactado a panificação. Estamos aguardando o momento, acreditando que esses preços não vão manter nessa alta. O próprio mercado irá regular. Em cima disso, vamos ver se há necessidade do repasse ou se ainda temos como manter, nesse momento crítico econômico, os nossos preços”, completa.

A Itatiaia foi às ruas de Belo Horizonte e a população ouvida não relatou aumento nos preços dos produtos de padarias. “Eu pago o mesmo preço que eu estou acostumado a pagar”, diz José Eustáquio, de 65 anos, que, diariamente, consome café com leite e pão em uma padaria da capital mineira.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    O Galba funciona como um hospital de retaguarda para receber pacientes de covid de outras unidades de saúde. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Tem um brasileiro preso injustamente na Rússia' #Itatiaia

    Acessar Link