Notícias

Pacientes relatam falta de bolsa de colostomia e citam improviso com sacolinhas de plástico

Por Redação, 17/09/2019 às 07:44
atualizado em: 17/09/2019 às 08:09

Texto:

Foto: Adelcio Ramos Barbosa
Adelcio Ramos Barbosa

Pacientes de Belo Horizonte relataram que falta bolsa de colostomia no sistema público de saúde de Minas Gerais, o que tem feito com que os usuários tenham de comprar o acessório. Para quem não tem dinheiro, a solução encontrada foi improvisar com sacolas plásticas. 

A situação crítica é denunciada por Rosana Ferreira de Assis, esposa de um comerciante, de 54 anos, que precisa da bolsa de colostomia após ter tido um câncer de reto. “Meu marido precisa de 15 bolsas por mês. Ela é fornecida pelo estado, mas desde setembro do ano passado não recebemos”. 

Ela diz que, por algum tempo, dependeu de doações que eram feitas por pessoas que não precisavam mais do acessório. Durante esse período, até improvisação precisou ser feita. “Há dois meses ele pegou doação de uma bolsa que nem é a de colostomia, é a de xixi, que ele usava como bolsa para fezes.”

Na falta de doações e de auxílio do estado, Rosana Ferreira tem comprado o acessório por R$ 20 a unidade. Como o marido precisa de 15 ao mês, o valor gasto mensalmente é de R$ 300. 

“Pelo menos eu ainda tenho condições de comprar. Tem pessoas que não têm essas bolsas de forma alguma. Tem pessoas acamadas que precisam dessa bolsa. Estão usando sacolinhas de plástico. Até a própria enfermeira falou que a situação está crítica”, disse. 

Em nota, a Secretaria de Saúde do Estado reconhece que houve problemas na compra das bolsas de colostomia no mês de agosto, por isso a entrega ocorreu apenas este mês, sem especificar os problemas.

Este ano, a Secretaria diz que já distribuiu 181 mil bolsas na central do bairro Sagrada Família e 66 mil na central de Venda Nova, onde o estoque deve ser regularizado esta semana.

Os pacientes do interior também buscam as bolsas em BH. No total, quase 10 mil pessoas precisam destas bolsas todos os meses em Minas Gerais.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Cerca de 700 mil pessoas serão afetadas pelo adiamento. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    A operação deve ser iniciada na segunda-feira (13), faltando dois dias para o pico da curva da covid-19 no estado, previsto para a quarta-feira (15). #itatiaia

    Acessar Link