Notícias

Ouça áudios enviados por 'falso médico espanhol' que vendia anabolizantes ilegais em BH

Com sotaque "portunhol", homem se passava por profissional e cobrava caro por consultas e montagem de ciclos para atletas

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Por Rádio Itatiaia | 12/05/2022 às 16:35
Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Além da falsificação ideológica, ele pode responder por exercício ilegal da medicina e estelionato

"Eu atendo pelo convênio, mas só no hospital. Aí a consulta lá está saindo a R$ 850, aí é tu que decide. Para te avaliar em particular, estou cobrando R$ 200 para te avaliar, saber o que tu vai tomar, e te passo tudo que precisa". Com sotaque "portunhol" e apresentação profissional de peso, o fisiculturista Valério Marques, de 46 anos, foi preso por falsificações ideológicas, e ainda pode responder por crimes como exercício ilegal da medicina e estelionato.

Segundo o delegado Rafael Faria, da Polícia Civil, o homem afirmava ser espanhol, e comercializava ilegalmente anabolizantes na capital, se dizendo médico endocrinologista e educador físico. Entretanto, as investigações provaram que ele sequer tinha formação superior.

"Eu avalio e monto o ciclo do aluno de acordo com o objetivo dele. Cada ciclo montado, por mês, sai a R$ 250. E eu monto o coquetel, faço tudo para ti e te entrego" dizia o suspeito aos clientes, sempre com "sotaque espanhol".

O suspeito foi detido após cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa dele, na Região do Barreiro. Com ele, foram encontrados medicamentos lacrados, frascos vazios, anotações, e quase R$ 20 mil em dinheiro. Os itens eram importados de locais como Paraguai e Suíça, e não poderiam ser vendidos no Brasil conforme regulamentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A reportagem da Itatiaia tentou entrar em contato com Valério, mas não teve retorno. O espaço segue aberto para manifestação.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou