Notícias

Na Sul-Americana, Corinthians aposta em Pedrinho e Flu quer esquecer decepções

Por Agência Estado, 22/08/2019 às 09:51
atualizado em: 22/08/2019 às 09:54

Texto:

As dúvidas que o técnico Fábio Carille apresenta para o jogo desta quinta-feira, diante do Fluminense, como a definição do centroavante - Boselli e Vagner Love -, ficam em segundo plano diante da presença confirmada de um jogador: o meia Pedrinho. A grande revelação do clube nos últimos anos está em alta e se tornou a principal esperança de jogadas diferentes e criativas no primeiro jogo das quartas de final da Copa Sul-Americana, a partir das 21h30, na Arena Corinthians. Do outro lado, a equipe carioca tenta manter o bom momento na competição internacional, enquanto sofre no Brasileirão. 

Pedrinho evoluiu após a parada para a disputa da Copa América. O meia de 21 anos fez um trabalho físico específico para ganhar resistência, um dos seus pontos fracos nas temporadas anteriores Desde a volta, o Corinthians fez oito jogos. Pedrinho foi titular em sete deles, perdendo apenas um, contra o Montevideo Wanderers, pela Sul-Americana, por estar suspenso.

Além disso, teve uma conversa com Carille. Antes da folga de dez dias, o treinador falou com ele e também com Mateus Vital. Queria que os dois chutassem mais a gol. Para o técnico, é fundamental que o time finalize mais. Pedrinho ouviu e está colocando em prática. Hoje, é um dos maiores dribladores no Brasileirão (17 acertos em 12 jogos) e o que mais finaliza no time do Corinthians (13 chutes certos). No último jogo, fez a jogada dos dois gols sobre o Botafogo, pelo Brasileiro.

Revelado na Copa São Paulo de 2017, o jogador franzino e habilidoso fazia o estádio vibrar quando o sistema de som anunciava seu nome. O meia de 20 anos continua com cartaz com o treinador, que o define como um "meia que gosta de flutuar". Pessoas próximas a Pedrinho afirmam que ele está adaptado às novas funções: a faixa da direita do campo, com liberdade para "cair" pelo meio e a obrigação de marcação. 

Pedrinho já teve proposta da China, mas descartou de imediato. Ajax, Borussia Dortmund e até Barcelona e Real Madrid fizeram sondagens, mas elas não se transformaram em ofertas de papel passado. Quase que semanalmente, Pedrinho vê seu nome ligado a clubes europeus. Com multa de 50 milhões de euros (R$ 209 milhões na cotação atual) e contrato até o fim de 2020, ele diz que não tem pensado numa transferência neste momento. Empresário do jogador, Will Dantas diz que a evolução de Pedrinho em campo é nítida e que, por isso, o plano é mantê-lo no Corinthians por mais algum tempo. Até 22 ou 23 anos. Seu estafe acredita que 2019 é o ano para deslanchar. 

Outro segredo da evolução do jogador é de ordem pessoal. Há seis meses, os pais de Pedrinho deixaram Maceió para morar ao lado dele num apartamento no Tatuapé, na zona leste de São Paulo. Na companhia deles, o jogador tem até se alimentado melhor.

Pedrinho deve ser protagonista hoje, mas terá parceiros à altura Carille deve escalar Mateus Vital como armador centralizado - Sornoza vai para o banco. No ataque, a tendência é que o treinador faça um revezamento entre Mauro Boselli e Vagner Love, que deve ir para a partida hoje. "Sabendo que talvez eu não tenha a possibilidade de jogar, que é o mais lógico, pela conversa que tive com o treinador, posso entrar no segundo tempo para ajudar. E depois pensar no domingo"disse o argentino. 

Fluminense

Do outro lado, o time carioca terá sua maior mudança no banco de reservas. O técnico Fernando Diniz foi demitido na segunda-feira (19) e a equipe será comandado pelo auxiliar Marcão. O interino, contudo, já recebeu orientações de Oswaldo de Oliveira, anunciado como substituto de Diniz na terça para recuperar a equipe, após seguidas decepções no Brasileirão.

Oswaldo só será apresentado oficialmente pelo clube na próxima segunda-feira (26). Mas nesta quarta já teve contato com o elenco e já passou as primeiras orientações para o duelo desta quinta. "Ele já ajudou um pouco no treinamento para o jogo da Sul-Americana, já está contribuindo", disse o auxiliar técnico.

Oswaldo quer um time mais experiente e por isso planeja utilizar Nenê e Wellington Nem nos lugares de João Pedro e Marcos Paulo. "A gente quer dar um pouco mais de segurança ao time, espero que a gente consiga já nesse jogo", afirmou Marcão. 

Com isso, uma formação provável para o Fluminense encarar o Corinthians: Muriel; Igor Julião, Nino, Digão (Frazan) e Caio Henrique; Allan, Daniel e Ganso; Nenê, Wellington Nem (Marcos Paulo) e Yony González.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ Jogador afirmou não guardar mágoa do Cruzeiro e disse que tem amigos no clube celeste.

    Acessar Link