Ouça a rádio

Compartilhe

MP identificou problemas em barragem da Vallourec há 9 meses

Justiça chegou a proibir empresa de lançar rejeitos na estrutura enquanto a estabilidade não fosse comprovada

Reprodução/Google Earth
Foto: Reprodução/Google Earth

MP apontou problemas na barragem da Vallourec

O Ministério Público de Minas Gerais abriu uma ação civil pública contra a Vallourec após uma vistoria realizada em abril do ano passado que constatou uma série de irregularidades na barragem Santa Bárbara, que fica na Mina Pau Branco, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. 

Com as chuvas, um dique da mina transbordou neste sábado (8). A lama que desceu do local atingiu a BR-040, na altura do trevo de Alphaville e os dois sentidos da rodovia estão interditados no momento. O Corpo de Bombeiros e a própria Vallourec negaram que a estrutura tenha se rompimento. 

Na ocasião, o MPMG pediu à Justiça que obrigasse a empresa a deixar de lançar rejeitos de minério na barragem ou de realizar o alteamento enquanto não ficasse demonstrada a estabilidade e segurança da estrutura. A 2ª Vara Cível de Brumadinho acatou o pedido da Promotoria e determinou, ainda, que a empresa apresentasse um plano de ação para garantir a estabilidade do empreendimento, quec ontratasse uma auditoria técnica independente e que atualizasse o Plano de Segurança de Barragens (PSB) e o Plano de Ações Emergenciais (PAEBM).

A reportagem entrou em contato com a empresa e aguarda posicionamento sobre o assunto. 

Acesso rápido