Notícias

Ministério Público denuncia e pede prisão de técnica de enfermagem por falsa vacinação no RJ

Ela foi indiciada pela polícia por peculato e crime contra a saúde pública

Por Gabriel Ribeiro, 22/02/2021 às 19:19
atualizado em: 22/02/2021 às 19:29

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Reprodução
Reprodução

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou e pediu à Justiça a prisão preventiva da técnica de enfermagem Rozemary Gomes Pita, de 42 anos

Ela foi indiciada pela polícia por peculato e crime contra a saúde pública. No dia 12 desse mês Rozemary não aplicou a vacina Coronavac em um idoso em Niterói, na Região Metropolitana do RJ.

Em depoimento à Polícia Civil ela alegou que estava extremamente cansada e estressada. Para justificar a necessidade da prisão preventiva, o MPRJ acredita que, tratando-se de uma profissional de saúde, a sua liberdade traz riscos para a ordem pública.

A técnica também foi denunciada por não cumprir determinação do poder público para impedir propagação de doença contagiosa.

Após a conclusão do inquérito, a Secretaria Municipal de Saúde de Niterói informou que a profissional de saúde foi desligada do quadro de funcionários do órgão.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Medida adotada pelo Governo do Estado vale pelo período de 14 dias, até 19 de março. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    MAIS RESTRIÇÕES! Entre as medidas da nova onda está o toque de recolher entre 20h e 5h. Só serviços essenciais podem funcionar. #Itatiaia

    Acessar Link