Notícias

Mineira presa com cocaína na Tailândia é condenada a 9 anos e 6 meses

A jovem foi apreendida em 14 de fevereiro. Advogados vão recorrer a sentença e tentar o 'perdão real'

Por Larissa Ricci | 12/05/2022 às 11:54
 Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais

A jovem foi detida quando decolou de Curitiba, no Paraná, e desembarcou na Tailândia

A mineira Mary Hellen Coelho Silva, de 22 anos, que está presa na Tailândia foi condenada a 9 anos e seis meses de prisão por tráfico internacional de drogas. A informação foi confirmada, nesta quinta-feira (12/5),  por um dos advogados de Mary Hellen, Telêmaco Marrace. 

“Vamos recorrer. Ao contrário do Brasil, a sentença saiu bem rápida. Isso foi muito positivo porque vamos tentar o perdão real”, explicou. O aniversário do rei é comemorado em 28 de julho. 

Leia também: Mãe de mineira presa na Tailândia morre de câncer em Pouso Alegre
'Saudade da comida', diz mineira presa com cocaína na Tailândia em carta enviada à família

A jovem foi apreendida em 14 de fevereiro.  Mary Hellen morava com a mãe e os irmãos em Pouso Alegre, no Sul de Minas. A irmã da jovem, Mariana, acredita que ela foi enganada sobre a viagem para Bangkok, na Tailândia. A família afirma que ela nunca teve envolvimento com a criminalidade e trabalhava com carteira assinada num restaurante da cidade.

A jovem foi detida quando decolou de Curitiba, no Paraná, e desembarcou na Tailândia com um homem de 27 anos. Cerca de 9 kg de cocaína foram encontrados em um compartimento da mala levada pela dupla. Um terceiro brasileiro, que também decolou de Curitiba, chegou a Bangkok horas depois, levando outros 6 kg de cocaína na bagagem.

 Advogados já tínham descartado a pena de morte e a prisão perpétua. “A Tailândia não tem pena de morte prevista para o tráfico de cocaína. A pena é aplicada nos casos de tráfico de ecstasy e/ou heroina”, explicou. 

“Mary Helen foi condenada a 9 anos e 6 meses. Foram divididos em: 2 anos, por crime civil; e 7 anos e 6 meses, por crime penal”, complementou. 

A sentença saiu durante a madrugada e, de acordo com o Telêmaco, outra advogada que integra a equipe de defesa de  Mary Hellen foi até a cidade mineira para dar a notícia. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou