Notícias

Minas recebe mais de 237 mil doses da Pfizer para vacinar grupo prioritário contra covid-19

Governador Romeu Zema utilizou sua conta oficial no Twitter para anunciar a chegada do 23º lote do imunizante

Por Da Redação , 08/06/2021 às 19:09
atualizado em: 08/06/2021 às 20:01

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Marco Verch/Flickr
Marco Verch/Flickr

Imagem meramente ilustrativa

Mais um lote de vacinas contra a covid-19 chegaram a Minas Gerais nesta terça-feira (8). Ao todo, 237.510 doses da vacina da Pfizer desembarcaram no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins.

Conforme informou o governador Romeu Zema (Novo), por meio de uma publicação no Twitter, as doses serão usadas para dar continuidade à imunização de pessoas com comorbidades e deficiência permanente, gestantes e puérperas, forças de segurança, trabalhadores portuários, da educação e do transporte aéreo.

Esse é o 23º lote de vacinas contra a covid-19 enviado pelo Ministério da Saúde para Minas Gerais para a execução da Campanha de Imunização Nacional contra a doença.  

Vacinação

Até o fim do mês, pessoas com 50 anos ou menos devem começar a se vacinar em Minas Gerais. A previsão é do secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, que também afirmou que, com a nova divisão de critérios de vacinação da população feita pelo Ministério da Saúde a pedido de secretários e com a chegada de doses da Janssen, a vacinação deve ser acelerada.
Outra novidade é que já está valendo a funcionalidade do aplicativo Saúde Digital MG, que vai permitir que o cidadão marque sua vacinação e saiba seu local exato de vacinar apenas digitando o CPF no aplicativo.  

Para que o cidadão possa usar essa função no aplicativo, o município precisa fazer a adesão junto ao Governo do Estado. Quem explica é o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, que concebeu nesta terça uma entrevista coletiva para falar sobre a imunização.

“Já são 172 municípios que aderiram a essa nova função. Estamos agora em uma tentativa de crescimento de municípios. Então, todo relatório que cada município precisa enviar por paciente, ele está no aplicativo. Quando o cidadão entrar no aplicativo e fizer o cadastro, ele escolhe o local e o horário para se vacinar. Então, quem coloca o horário e dia de vacinação no aplicativo é o município. Dessa forma, o cidadão escolhe a data e o horário que estão disponíveis para vacinação”, explica. 

O secretário de Saúde fala que o objetivo é ampliar o aplicativo para todo Estado. "Então, já são 172 municípios e a nossa ideia e intenção é que chegue aos 853 municípios mineiros", esclarece. 

Fábio Baccheretti fala sobre as vacinas que devem chegar a Minas em junho. “A expectativa deste mês é receber mais de quatro milhões de doses. Essa é a expectativa de maior entrega de imunizantes para o Estado. Para o mês que vem, a expectativa é de mais de cinco milhões de doses. Se somar, são nove milhões de doses em dois meses. A partir de agora, 70% das vacinas que chegarem serão destinadas às idades (59, 58, 57 e assim por diante), e 30% vão ser destinadas para os demais grupos prioritários que ainda precisam ser vacinados”, acredita. 

Ele completa: “A gente acredita que o país como um todo vai chegar a um milhão de vacinas por dia. Se continuar nessa aceleração, até o fim deste mês, a gente acredita que vamos conseguir vacinar pessoas de 50 anos”. 
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ➡ Pedido de derrubada do decreto foi feito pelos vereadores da Frente Cristã da CMBH. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Documento com perguntas e respostas auxilia Conselho a votar sobre o assunto no dia 3 de agosto. #Itatiaia

    Acessar Link