Notícias

Mercado Mineiro: comer em restaurantes de Belo Horizonte está mais caro; apps são opção

Por Redação , 20/08/2019 às 12:21
atualizado em: 20/08/2019 às 12:34

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

Almoçar fora ficou mais caro em relação a janeiro. O valor da comida a quilo teve um aumento médio de 11,70%, levando em consideração a localização do restaurante e o que é servido no cardápio. Mas a entrada dos aplicativos no mercado vem mudando o perfil do mercado. É o que aponta levantamento do site Mercado Mineiro.

De um lado tem o restaurante ficando caro de se manter e de outro tem a entrega concorrendo com os restaurantes, principalmente nas comidas mais simples.

Ouça a reportagem completa com Júnior Moreira

A concorrência entre os donos de restaurante e aqueles que só servem comida trouxe benefícios para o consumidor, que encontra comida nos apps até no valor de R$ 10.

De acordo com o levantamento, nos restaurantes, o valor do quilo pode custar de R$ 13 a R$ 86, com uma variação 561%.  O valor do prato feito pode custar de R$ 10 a R$ 24,90, com uma variação de 149%. Já o marmitex grande varia de R$ 10 a R$ 27, com uma variação de 170%.

Os preços, segundo os estabelecimentos, são justificados pelo aumento da energia, água, carnes e gás de cozinha no primeiro semestre. 

O valor da comida a quilo que custava em média R$ 40,68, subiu para R$ 45,44, um aumento de 11,70%. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    "A família me procurou no início do mês, estava preocupada por ele estar sem advogado", explicou o advogado #itatiaia

    Acessar Link